- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Copa 2010
Pontapé inicial
No evento que lançou oficialmente a logomarca da Copa 2014, a mestre-de-cerimônias Fernanda Lima fez piadinhas em inglês, o presidente da Fifa arriscou palavras em português, e Lula roubou a cena Yan Boechat e Rodrigo Cardoso, de Johannesburgo

 

Fotos RICARDO STUCKERT

Fotos RICARDO STUCKERT
Fotos RICARDO STUCKERT A descontraída cerimônia, que foi apresentada por Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert (acima), teve show de Vanessa da Mata (à esq.), presença de ex-jogadores da Seleção Brasileira e do presidente Lula (no alto)

PARECIA UM SHOW DA GLOBO. No palco, Fernanda Lima, em um vestido longo e justíssimo, e seu marido, Rodrigo Hilbert, faziam as vezes de mestres-de-cerimônia, sob as ordens do diretor Luiz Gleiser, também da Rede Globo. Na plateia, estrelas globais como a apresentadora do Jornal Nacional, Fátima Bernardes, sentavam-se nas cadeiras destinadas aos convidados especiais. Repórteres da emissora, vestindo elegantes ternos, não precisaram se espremer com os outros jornalistas: ficaram ao lado do palco. Enfim, parecia um daqueles eventos promovidos pela emissora carioca onde as estrelas, os homenageados e os principais convidados são sempre as pratas da casa.

Mas não era. A festa ocorrida no Sandton Convention Center, na região nobre de Johannesburgo, na quinta-feira 8, tratava-se do lançamento oficial da logomarca da Copa de 2014. Foi organizada pela Fifa e pela CBF. Teve a presença do presidente da Fifa, Joseph Blatter, que arriscou – e saiu-se bem – palavras em português, do presidente da UEFA, Michael Platini, de vários ex-jogadores da Seleção Brasileira, e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, como sempre, roubou a cena ao improvisar no discurso. Rindo, Lula disse que Beckenbauer, o ex-capitão da seleção alemã, só não fora melhor no campo que Pelé e ele próprio.

Entre uma fala e outra de Fernanda Lima, que arriscou até piadinhas em inglês, shows musicais dos grupos Barbatuques e Bossa Cuca Nova. O encerramento ficou por conta de Vanessa da Mata.

 

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS