- Anuncie
- Assine

 
 
 
Carreira // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Licença para Arrasar
Edson Celulari aceita o desafio de encarnar o agente secreto James Bond em ensaio exclusivo para Gente, conta como é a aventura de educar os dois filhos e manter o casamento de 17 anos com Cláudia Raia e admite que, mesmo com aparente perfeição, eles têm brigas como qualquer casal

Por Bruno Deminco / Fotos: Julia Moraes / Ag.IstoÉ

Se a série de filmes que fez de James Bond o agente secreto mais famoso do mundo fosse criação brasileira, certamente Edson Celulari seria um dos atores cogitados para interpretá-lo. Ele tem o charme que o personagem exige, além de olhos azuis como Roger Moore, covinhas como Sean Connery e o sorriso de canto de boca como Pierce Brosnan. Mas não é preciso comparações para falar desse paulista de Bauru, que tem 26 novelas no currículo, em 31 anos de carreira na televisão. Casado com a atriz Cláudia Raia, pai de dois filhos – Enzo, 13 anos, e Sophia, 7 –, Edson pode não saltar de carros em movimento ou se jogar de aviões sem paraquedas, mas tem sua dose de adrenalina ao se dividir entre tarefas familiares, trabalhos na Rede Globo e sua grande paixão: o teatro. “Essa coisa de viver em duas, três cidades, você sempre fica na correria. Mas acho que já faço isso há tanto tempo que dou conta”, diz ele. Outro aspecto que une Celulari Celulari e Bond é o poder de sedução, irresistível para as mulheres. Mas o ator analisa a fantasia com sobriedade: “007 é ideal por alguns dias. As mulheres suspiram, mas ele é apenas uma aventura, não é para um casamento perfeito”.

Casamento perfeito – e real –, tem altos e baixos. E a relação de Edson e Cláudia passa por isso, apesar da imagem de mocinhos de novela que o público possui do casal. “A gente não abre nossa vida. Não tiramos fotos dentro de casa, por exemplo. Então isso dá uma ideia de que nossa vida é perfeita”, explica o ator. Edson gosta de comparar o casamento a ritmos musicais e afirma que tem dias que a trilha sonora é um requintado jazz, mas tem dias que um heavy metal toma conta da rotina. “Não somos diferentes de qualquer outro casal”, comenta.

Os dois se conheceram no trabalho, enquanto gravavam a novela Sassaricando (1987), escrita por Silvio de Abreu, que acabou virando padrinho do casamento. Na trama, Edson e Cláudia contracenavam juntos, mas não chegou a rolar nada, como relembra o ator: “Fazíamos dois irmãos e nunca pintou clima nenhum. Ela era casada com Alexandre (Frota) e eu devia namorar alguém”. Mas foi em 1992, quando ambos estavam devidamente solteiros, que se reencontraram em mais uma trama de Silvio, Deus nos Acuda. Diferentemente da primeira vez, faziam um par romântico.

Enquanto decorava o texto para uma cena dentro do estúdio, Edson de repente parou tudo o que estava fazendo e olhou para Cláudia, que estava na mesma sala, e foi quando a ficha caiu. “Não tem aquela coisa de escutar sinos? Teve claramente esse momento para mim. Depois ela confessou que já estava envolvidinha, mas eu sou jogo duro”, conta. Se dentro da trama o casal trocava tórridos beijos, fora dela a coisa era bem diferente. Havia uma tensão entre eles, mas o ator não se entregava por achar que isso poderia atrapalhar o relacionamento profissional dos dois e não cansava de repetir: “É melhor a gente não se envolver”. Até que um dia, Cláudia não aguentou mais: entrou no camarim do galã, pediu que a camareira se retirasse e o agarrou. “Mas não foi o primeiro beijo. Acho que aconteceu depois, em alguma coxia”. Mesmo assim, o impetuoso lance no camarim foi o que mais marcou na opinião dele. “Ela tem muita virilidade. Mulher também é viril. Sabe tomar a iniciativa. Ela não aguentou muito esse meu jogo.”

 

1 | 2 | 3 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS