- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Ensaio
Com um pé no Brasil... de novo
Vivendo na França há 11 anos, a modelo Talytha Pugliesi revela que seu maior desejo é voltar a morar no País com o marido, o sérvio Michko Zivanovic

Simone Blanes FOTOS Alê de Souza

 

Blazer Balmain para M&Guia, cinto Diane Von Fust enberg e caleçon Rosa Chá

Vida em Paris, uma carreira de sucesso e um casamento feliz. O que mais uma mulher de 28 anos poderia desejar na vida? “Tenho uma rotina bem gostosa. Minha vida é ótima, mas sabe que, de um ano para cá, alguma coisa, não sei explicar bem o que é, anda me puxando para o Brasil. Por mais que eu adore Paris, estou com muita vontade de voltar a morar aqui”, diz Talytha Pugliesi, top model internacional, em entrevista à Gente, durante passagem pelo País. Poucos dias antes de embarcar de volta para a capital francesa onde vive há 11 anos, e onde estava seu marido, o construtor civil sérvio Michko Zivanovic, ela contou que seu plano futuro mais forte é retornar ao país natal. Desejo maior do que ter filhos, por exemplo. “Sinto falta da minha família e pretendo voltar. Também tenho vontade de ser mãe, mas ainda não é o momento. Acho que ainda sou muito jovem para ter filhos.”

Enquanto fazia as unhas, na terça-feira 22, em um salão em Valinhos, no interior de São Paulo, onde mora sua família, Talytha falou também sobre seu dia a dia na Europa. “Moro bem no centro de Paris, em uma vila onde todo mundo se conhece. É bem aquela coisa de encontrar amigos na farmácia, na padaria. Muito gostoso”, diz a modelo, que divide seu tempo entre os vários catálogos de moda que faz e a academia, que não abre mão de frequentar. “Escolhi Paris porque lá trabalho bastante. Não tenho uma beleza muito convencional. e quando não estou trabalhando, gosto de malhar e ir aos cafés que existem perto de casa.” À noite, porém, ela prefere se dedicar ao marido, de quem sempre morre de saudades quando embarca para uma viagem de trabalho. “michko tem 41 anos, é bem maduro e muito bonzinho. entende meu trabalho, sabe que tenho que viajar e de vez em quando ficar dois meses fora. mas nos falamos todos os dias pelo MSN e por telefone”, conta a modelo, já acrescentando que isso, porém, pode mudar em um futuro não tão distante. “meu marido adora o Brasil e também tem planos de se mudar para cá. Já conversamos sobre isso”, empolga-se Talytha. e assim vê que seu desejo de voltar não está longe de se realizar. depois disso, os filhos virão. “até porque, pelo meu marido, teria filhos agora”, conta.

O que não deve mudar tão cedo na vida de Talytha é a profissão. “Por mim, eu continuo sempre com a carreira de modelo. embora tenha consciência de que um dia terei que seguir outro caminho porque não se tem escolha. mas, por enquanto, continuo”, finaliza a top, que foi escolhida para ser madrinha do elite model Look 2010, concurso que começa na quinta-feira 1º.

 

1 | 2 | 3 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS