- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Mariana Ximenes, versão 2010
Nove meses depois da separação de Pedro Buarque de Hollanda, a atriz diz que reconquistou sua individualidade, valoriza o tempo que tem para si mesma, ainda acredita em casamento e sonha com a maternidade: "Por mais que acorde de três em três horas, eu quero sim"

Simone Blanes / Fotos: Fabiano Cerchiari / Ag. IstoÉ


O rosto angelical é o mesmo. Os expressivos olhos azuis e o tom de voz baixo e delicado também não mudaram. O sorriso ainda mantém o ar juvenil. Mas, acredite, esta Mariana Ximenes não é mais a mesma. Está diferente. Reinventou-se. Aos 29 anos, está mais segura, sabe mais de si - e do poder que tem. Mais magra, mais em forma com seus 48 quilos distribuídos em 1,64 m, Mariana tem malhado muito, inclusive aos domingos. No trabalho, são 12, 13 horas diárias, um mergulho em apineia na carreira que se tornou prioridade na vida. Os amigos, as sessões de análise freudiana, a família por perto. Tudo parte de um pacote de reconstrução pelo qual a atriz se submeteu há nove meses, quando anunciou oficialmente que chegava ao fim seu casamento de oito anos com o produtor de cinema Pedro Buarque de Hollanda. O resultado deste processo pode ser visto todos os dias em horário nobre, onde Mariana aparece na pele de sua primeira vilã em telenovelas, a Clara, de Passione. Não se trata da sensualidade apenas, tampouco da capacidade cênica. O que se vê ali é absolutamente uma nova Mariana.

Essa percepção foi captada pelo mercado publicitário, claro. A atriz, ao lado de Reynaldo Gianecchini e Maitê Proença, é a estrela da nova campanha de verão da marca de calçados Arezzo. A sessão de fotos, acompanhada por Gente, em uma casa em São Paulo que serviu de cenário no domingo 27, teve a assinatura do fotógrafo Gui Paganini, styling de Alexandre Herchcovitch e direção de arte de Giovanni Bianco. E é este último quem enaltece o momento da bela. "Ela é a gostosa do pedaço! É uma menina que sabe o poder do corpo que tem. É obviamente linda, uma escultura humana", resume ele. Mariana trabalha para isso. E o colega Reynaldo Gianecchini é testemunha do esforço. Os dois frequentam a mesma academia no Rio e ele é quem liga para o celular dela chamando para a malhação: "Na hora que ela começa a malhar, ela pega firme!", conta Giane.

A "escultura" em questão passou por muitas lapidações recentes. Como a própria atriz confirma, nos últimos meses ela se redescobriu. "Foi um tempo de resgatar a minha individualidade porque me casei muito nova. E você vai se adaptando e crescendo junto com aquela pessoa. Quando desgruda é que vai pensar quais são as coisas que você gosta de verdade", diz. Com ajuda da análise, que faz há dez anos, de bons amigos e de sua mãe, a fonoaudióloga Fátima, com quem voltou a morar logo após a separação, ela fez vir à tona suas próprias opiniões e desejos.

''Cecília Meirelles falava: a vida só é possível reinventada''

 

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS