- Anuncie
- Assine

 
 
 
Diversão & Arte // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Jake Gyllenhaal
Cinema
O novo herói

 

Foto: Greg Williams
Gyllenhaal diz não ter usado dublês por querer que todos os movimentos nas cenas de ação fossem perfeitos


O ator é o protagonista de Príncipe da Pérsia, aventura baseada em um videogame que pretende repetir o sucesso de Piratas do Caribe

 

DASTAN NÃO É UM HERÓI de histórias em quadrinhos que transformam os atores que os interpretam em queridinhos do público. O protagonista de Príncipe da Pérsia – As Areias do Tempo, aventura baseada em um videogame, não tem superpoder. Mas é capaz de correrias e saltos impressionantes para evitar que uma adaga que permite mudar o destino caia em mãos erradas. Para interpretar o personagem, Jake Gyllenhaal passou por um treinamento rigoroso, que incluía correr com um colete à prova de balas para simular o peso de uma armadura. O resultado na tela é visível, não apenas nos músculos definidos, como também na qualidade das sequências de ação. Com produção de Jerry Bruckheimer, o nome por trás de Piratas do Caribe, e direção de Mike Newell, de Harry Potter e o Cálice de Fogo, o longa é bastante diferente de trabalhos anteriores de Gyllenhaal, como O Segredo de Brokeback Mountain. O ator conta que aceitou fazer o filme por gostar do gênero e diz que seu personagem é um mix de Indiana Jones, Dennis, o Pimentinha, Rafael Nadal e Mick Jagger.


Esse filme é uma experiência diferente para você? Foi por isso que aceitou fazê-lo?
O que pesou mais foi o fato de eu adorar assistir a esse tipo de filme. Então, é difícil recusar a oportunidade de estar lá na tela, atuando em um deles. Há muitos aspectos diferentes na interpretação, mas, se você é uma pessoa que gosta de atividades físicas como eu, é ótimo pular por aí, saltar de construções, montar cavalos, lutar com espadas. É muito divertido.


Dastan parece ter um pouco de Indiana Jones. Era essa a sua intenção?
Com certeza. E também de Dennis, o Pimentinha; Rafael Nadal e Mick Jagger. Eu gosto do fato de Dastan ser arrogante, um pouco rabugento, de ele quase sempre achar que está certo e ser bastante sarcástico e irônico e, acima de tudo, muito audacioso.

 

1 | 2 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS