- Anuncie
- Assine

 
 
 
Diversão & Arte // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Cinema
Terry Gilliam e seu admirável mundo de sonhos

Suzana Uchôa Itiberê / Bruno Deminco / Aina Pinto

Heath Ledger morreu durante as ilmagens e foi substituído por três atores


O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus tem trama confusa, mas o visual é deslumbrante

UMA AURA DE LUTO envolve O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus toda vez que Heath Ledger entra em cena. O astro morreu no meio das filmagens e o diretor Terry Gilliam o substituiu não por um, mas por três atores: Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell. A artimanha só funciona porque se trata de mais uma viagem alucinante de Gilliam, criador de outras extravagâncias como Os 12 Macacos e Medo e Delírio.

Dr. Parnassus (Christopher Plummer) é o dono de um teatro mambembe em que atuam a filha Valentina (Lily Cole), o jovem Anton (Andrew Garfield) e o fiel anão Percy (Verne Troyer). Ledger é o misterioso Tony, que se une à trupe e planeja modernizar o espetáculo. Dr. Parnassus travou um pacto com o Diabo (Tom Waits) e ganhou a imortalidade em troca da filha, quando ela completar 16 anos. O prazo está para se esgotar e ele tem de pensar em um plano B. O enredo é batido e, por vezes, confuso, mas o espelho mágico e o universo fantástico para o qual ele dá passagem deixa qualquer um extasiado. (Classificação indicativa: a conferir)

 

 

O remake dos sonhos

Jackie Earle Haley dá vida ao vilão


Nova versão de A Hora do Pesadelo traz Freddy Krueger novamente assustador e interpretado por outro ator


A PRIMEIRA VERSÃO de baixo orçamento de A Hora do Pesadelo (1984), dirigido por Wes Craven (Pânico), superou expectativas e se tornou um grande sucesso de público – além de apresentar um Freddy Krueger assustador. Depois de algumas sequências e até de um encontro com seu maior rival nas bilheterias, Jason, de Sexta-Feira 13, o vilão dos sonhos chegou a ficar cômico. Por isso, os produtores do remake de A Hora do Pesadelo, que estreia na sexta-feira 30, querem resgatar seu lado mais cruel. O indicado ao Oscar Jackie Earle Haley, que já interpretou um pedófilo no filme Pecados Íntimos, foi recrutado para essa missão. Ele é o segundo ator a dar vida a Krueger, durante 26 anos vivido por Robert Englund. Mas, parece que o lado pop do vilão também não será esquecido. Quem assina a direção e estreia no cinema é Samuel Bayer, de videoclipes como “Smells Like Teen Spirit”, marco do Nirvana. (Classificação indicativa: a conferir)


1 | 2 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS