- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


O Rei está órfão
Roberto Carlos perde sua mãe, Lady Laura, a brava costureira que tanto lutou para que seu menino mudasse o destino humilde para o de majestade no reino da MPB

Fabiano Mazzei reportagem de Bruno Deminco, Camilla Gabriela e Léo Pinheiro

Cleomir Tavares/ Photo Rio News
Lady Laura nos anos 70 e, no alto, acenando da janela de seu apartamento na urca

O pequeno sobrado de número 13 na rua João de Deus Madureiro, em Cachoeiro do Itapemirim, interior do Espírito Santo, amanheceu mais triste na segundafeira 19. Em silêncio, apenas com o som do farfalhar da bandeira preta hasteada na fachada da casa entrecortando os ambientes. A quietude do lugar marcou o luto vivido para homenagear os moradores mais ilustres do endereço. Foi ali que a costureira Laura Moreira Braga ensinou os primeiros acordes de piano e violão ao seu filho caçula, Roberto Carlos. Foi lá também que o garoto aprendeu a rezar e onde se tornou devoto de Nossa Senhora, santa que serviria - anos mais tarde - de inspiração para uma das músicas mais tocadas nas rádios no Brasil. Foi a casa onde a costureira, lançada à condição de Lady, transformou o menino em Rei.
Música e religiosidade. Entre tantas, estas duas certamente foram as principais heranças deixadas por Lady Laura a Roberto Carlos. E isso dá a exata dimensão da dor embutida em cada lágrima do cantor ao sepultar a mãe, na ensolarada manhã daquela segundafeira, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste do Rio. O cantor, com mais de 100 milhões de discos vendidos e acostumado a fortes emoções, chorou. Muito. Copiosamente. Estava abatido, desolado. Havia perdido o pilar mais importante dos seus 69 anos de vida completados, aliás, no mesmo dia.

Lady Laura faleceu às 18h20 do sábado 17, aos 96 anos, vítima de uma infecção pulmonar agravada por duas paradas cardíacas. No dia 30 de março, ela fora internada na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Copa D'Or, em Copacabana, de onde não conseguiu mais sair.

O cantor soube da perda na mesma noite, logo após o show que fazia em Nova York - seu último pela turnê comemorativa dos 50 anos de carreira. Coube ao empresário dele, Dody Sirena, dar a triste notícia. Muito emocionado, Roberto desabou em lágrimas ainda no camarim e não voltou ao palco para o tradicional 'bis'. "Ele ficou muito abalado e lamentou não ter chegado a tempo de dar o último beijo na mãe ainda em vida", relatou Dody. O maestro Eduardo Lages avisou a plateia que lotava a casa de espetáculos que o show estava encerrado devido à morte de Lady Laura e pediu uma salva de palmas em homenagem a mãe do cantor.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS