- Anuncie
- Assine

 
 
 
Dia das crianças // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Detalhes de uma vida
Projeção da mostra sobre Roberto Carlos, que abre na sexta-feira 5, na Oca

Roberto Carlos – 50 Anos de Música reúne discografia completa, fotos, documentários, carros e até as rosas, em jardim em homenagem a fãs

NO SITE DE ROBERTO CARLOS há a reprodução de uma reportagem sobre ele, publicada em 1971, na revista Bondinho. Fala sobre as cartas apaixonadas que ele recebia. Numa delas, a fã pede ao Rei, ou melhor, ao “Beto”, que tenha dó e mande uma foto autografada, porque ela não está “suportando mais viver, viver sem uma recordação”. As admiradoras de hoje já não precisam sofrer. As fotos de Roberto estarão expostas na mostra 50 Anos de Música, que abre na sexta-feira 5, às 19h, em São Paulo.

Multimídia, a exposição traz não apenas imagens de todas as fases da vida do músico, mas também os filmes de que ele participou; o Calhambeque, o Cadillac, um caminhão onde o público poderá ver o clipe da música “Caminhoneiro”. Também será possível entrar no estúdio e mixar três músicas escolhidas por Roberto (“Detalhes”, “Emoções” e “Jesus Cristo”) e cantar no karaokê.

Com curadoria de Marcello Dantas e coordenação dele, de Lea Penteado e de Dody Sirena, a mostra tem ainda depoimentos do Rei falando sobre música, ecologia, fé. Nem mesmo as rosas que ele distribui nos shows ficaram de fora: 2.100 delas formarão um jardim na Oca do Parque do Ibirapuera.

 

Oca – av. Pedro Álvares Cabral, S/N, Portão 3, Parque Ibirapuera, São Paulo, tel: (11) 3078-5988). Até 08/05

 

Cinco anos em 75 imagens

Mostra Os Anos JK: A Era do “Novo” traz fotografias retratando o Brasil durante o governo de Juscelino Kubitschek

Os “50 anos em cinco”, lema do governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961), aproveitava-se do momento de rápido crescimento do País. Era da década de 50, período de agitação cultural e na economia nacional. E o “Presidente Bossa Nova” associou seu governo a ideias de modernização e inaugurou Brasília (1960). Esse período, parte dos “anos dourados” nacionais, está retratado na mostra Os Anos JK: A Era do “Novo”, que abre no sábado 6, em São Paulo.

A exposição traz 75 registros de cenas cotidianas daquela época, vindas da Cinemateca Brasileira e do arquivo pessoal do cineasta Roberto Santos. As imagens foram feitas por Sergio Jorge, ganhador de um prêmio Esso de fotojornalismo, e de Jean Manzon, fotógrafo e documentarista, parceiro de David Nasser na revista O Cruzeiro. Paralelamente à mostra, um curso livre de história sobre os anos 50 e 60 será ministrado entre os dias 9 de março e 8 de abril. (Livre)

 

Caixa Cultural – Praça da Sé, 111, São Paulo, tel: (11) 3321-4400. Até 11/04. Grátis

 

 

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS