- Anuncie
- Assine

 
 
 
Trajetória // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Álbum
Claudia Raia
Pernas para que te quero

Quando Claudia Raia era pequena – se é que algum dia foi pequena, como ela mesma costuma brincar – já dançava. Vestiu uma roupa de balé pela primeira vez com pouco mais de 1 ano. Aos 13, já com 1,70m, ganhou uma bolsa de estudos de dança nos EUA. Foi lá que viu Chorus Line, sete vezes. De volta ao Brasil, viu um anúncio para testes do musical. Foi chamada para ser a substituta da atriz que ficara com o papel de Sheila. Insistiu tanto que depois ganhou a personagem. Sucesso no teatro, foi convidada a participar do Viva o Gordo (1984). De lá, foi fazer Roque Santeiro (1986). No ano seguinte, foi Tancinha, em Sassaricando (1987). Mesmo com experiência no humor, algumas pessoas não acreditaram que ela poderia fazer o TV Pirata (1988). Conseguiu entrar no elenco e interpretou, entre outras, Tonhão. Em 1992, fez Deus nos Acuda e conheceu Edson Celulari, com quem se casou e tem os filhos Enzo e Sofia. Mostrou que sabia fazer mais que humor na minissérie Engraçadinha (1995). Também não deixou a dança, atuando em espetáculos como Não Fuja da Raia (1990), O Beijo da Mulher Aranha (2001), Sweet Charity (2006) e De Pernas Pro Ar, atualmente em turnê pelo País.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS