- Anuncie
- Assine

 
 
 
Urgente // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


"Meu filho, Lucas, foi o que mais ficou nervoso"
Luciana Gimenez fala sobre o susto que passou com a família num voo de Nova York a São Paulo e conta seu segredo para manter a calma em situações de risco

Bela Megale

Já fazia 40 minutos que Luciana Gimenez estava a bordo do voo 951 Nova York – São Paulo da American Airlines no domingo 21 quando sentiu um cheiro de queimado. Minutos depois, ela foi informada por uma comissária que era um problema elétrico, e como o foco não havia sido identificado, a aeronave retornaria ao aeroporto John F. Kennedy. O trajeto de menos de uma hora de ida demorou aproximadamente duas horas na volta, período em que o combustível do avião foi despejado no oceano para evitar riscos de incêndio. Em terra, depois do susto, Luciana postou em seu Twitter: “Fogo no avião!!!?? Aiiii. Muitos carros de bombeiro!!!” Apesar do tom de desespero do post, Luciana se manteve tranquila durante o incidente. Ela viajava acompanhada de toda a família: o marido, Marcelo de Carvalho, o filho, Lucas, e os enteados Manoela, Marcela e Marco. Em entrevista à Gente, Luciana fala sobre sua aventura.

Como você se deu conta do incidente?
Havia um cheiro estranho, mas bem fraco. Depois fui comunicada por uma comissária de que o avião teve um problema elétrico na parte traseira e voltaríamos para o aeroporto JFK.

Você sentiu medo?
Não porque não me senti em perigo. Geralmente consigo manter a calma em situações de desespero. A tranquilidade já é um traço da minha personalidade e a prática da ioga me ajuda a ter ainda mais autocontrole.

O que passou pela sua cabeça naquele instante?
Pensei que nossa vida pode acabar em um segundo e o único dia que temos é o de hoje.

O que você leva dessa experiência?
Acredito que temos que ser felizes em todos os instantes da vida, ao lado dos amigos, namorado, dando beijo na boca, vendo nossos filhos crescer. Essa é uma filosofia que carrego comigo e passo para toda minha família.

As crianças ficaram assustadas?
Meu filho Lucas foi o que ficou mais nervoso, pois estava sem fone de ouvido e estranhou aquela movimentação.

Já passou por uma situação de risco como essa?
Há 12 anos, voltando da África do Sul o avião teve que fazer um pouso de emergência. Foi realmente muito assustador.

O que você faz para relaxar depois de momentos tensos como esse?
Cheguei ao Brasil e fui fazer uma massagem ayurvédica, pois a noite entraria ao vivo no SuperPop

 

 

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS