- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Wanessa se despe
Completando 10 anos de carreira em 2010, a cantora admite que já foi irresponsável com a profissão, diz que adora lingeries para seduzir, pensa em morar fora do Brasil e fala sobre as delícias de estar casada com o homem que deseja

Ana Carolina Soares / Fotos Julia Moraes /Ag. IstoÉ

WANESSA ESTÁ DESCABELADA. Nada de penteados anticonvencionais ou qualquer modismo. Na verdade, o cabelo preso num rabo de cavalo displicente combina com a camiseta branca, a calça de moletom cinza, os pés descalços e o ar cansado. São 11 horas da noite da quinta-feira 28, ela está jogada no sofá de sua casa, em Alphaville, em Barueri (SP), com um squeeze com água e busca no controle remoto algo interessante para ver sozinha na televisão, uma vez que o marido, o empresário Marcus Buaiz, está fora, num jantar de negócios. "Mas mal consigo pensar de tão exausta que estou. Hoje, passei nove horas ensaiando. Cantar no mesmo palco de Beyoncé é maravilhoso, mas uma responsabilidade enorme. E dá um frio na barriga. Estou caprichando", diz. A cantora vai abrir os shows da diva americana na quinta-feira 4, em Florianópolis, e no domingo 7, no Rio de Janeiro. A apresentação será um marco na vida da moça, que comemora 10 anos de carreira em 2010. Wanessa começou cantando músicas que, de tão românticas, era impossível não associá-la ao pai, Zezé Di Camargo. Em 2000, ganhava manchetes como uma menina baladeira, que usava cabelos compridos, barriga de fora, botas e entoava versos como "metade de mim te ama e te adora/ outra metade de mim, precisa ir embora". Hoje, aos 27 anos, exibe um estilo com referências de revistas de moda internacionais, comemora dois anos e meio de casamento e canta com o rapper Ja Rule os versos em inglês "Daddy's girl, so careful not to falter/ (you think I've always had it all)/ No matter what you say about me/ (I fought my way up to the top)". Como diz a música, a garotinha do papai proclamou independência e busca seu caminho rumo ao topo. A seguir, Wanessa fala de sua trajetória de vitórias, algumas derrotas e o que planeja para o futuro.

Dreamgirl

"Estou muito feliz por ter sido escolhida para abrir o show da Beyoncé, uma artista que adoro! Porque temos a mesma gravadora, Marcus soube que haveria uma apresentação de abertura, mandou meu material para a equipe dela e fui escolhida. Não teve nenhuma mutreta, como alguns disseram. Passei por uma seleção e me escolheram. É um sonho, um marco na minha carreira, um momento que vai me proporcionar uma visibilidade enorme. Vou mostrar meu trabalho para muita gente, porque sei que nem todo o público ali me conhece. Prometo caprichar: cantar minhas músicas e músicas de Lady Gaga e Shakira, entre outras surpresas."

 

All The Single Ladies

"Tem uma música da Beyoncé que me marca muito: 'Crazy In Love'. Lembra minha fase de solteira, das baladas com as amigas. Somos um grupo de oito meninas que mantêm amizade desde o colégio. Uma vez por mês, a gente se encontra, normalmente aqui em casa, e sempre termina a noite dançando feito doida na pista, que, na verdade, é a sala de ginástica, em meio à esteira, bicicleta (risos). É um clube da luluzinha mesmo! Normalmente marco esses encontros quando o Marcus vai ao Royal ou se encontra com os amigos dele. Nós dois achamos saudável manter o nosso espaço, nossas amizades. No nosso relacionamento, damos liberdade para o outro, com muito respeito, combinando sempre."

 

1 | 2 | 3 | 4 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS