- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


"Eu quero ser ainda mais feliz em 2010!"
Depois de um 2009 quase perfeito, Deborah Secco aposta todas as suas fichas no novo ano e revela suas expectativas no trabalho e no casamento com Roger Flores

Fabiano Mazzei

Fotos Alê de Souza

O prato de brigadeirão está pronto, com o aroma do doce - ainda quente - tomando conta do pequeno estúdio de fotografia no 22º andar de um prédio em Ipanema, na zona sul do Rio. Guarde essa informação: o brigadeirão quente no prato. Ele está à espera de sua "dona", acompanhado de algumas latinhas de Coca Cola Light (vai entender...), único pedido feito pela atriz Deborah Secco para posar para Gente, escolhida pela revista para ser a capa número 1 de 2010. O destaque tem razão de ser. Afinal de contas, o ano promete para a atriz, que acaba de completar inacreditáveis 22 anos de carreira.
Deborah chegou para a sessão de fotos às 11h30 da manhã do dia 14 de dezembro, de rosto lavado, cabelos ainda úmidos, jeans e camiseta com a estampa do filme O Fabuloso Destino de Amelie Poulain. Simples, bem disposta, Deborah está feliz. Pudera, vive um momento mais do que especial, sobretudo em 2009, com um duplo début: estreou no time das casadas e atuou em seu primeiro papel como protagonista no cinema. De quebra, completou 30 anos mês passado. Não é pouco para qualquer mulher, o que dirá para uma das estrelas mais badaladas da tevê brasileira.

Sentada na sala de maquiagem, a atriz tenta voltar ao fuso horário de uma pessoa normal, após três meses de filmagens em São Paulo - boa parte delas feitas de madrugada. Na pele da garota de programa Bruna Surfistinha, ela gravou literalmente todos os dias e, agora, não vê a hora do longa O Doce Veneno do Escorpião - com estreia prevista para o primeiro semestre - chegar aos cinemas do País. "Quero que as pessoas sintam pelo menos um milésimo do prazer que eu senti fazendo esse filme, vendo", suspira.
Esse mergulho de cabeça no trabalho teve seu preço também. Deborah passou a morar em São Paulo, ficando longe da família, dos amigos e da praia - que ela adora! - por 90 dias. Nesse meio tempo, fez novos amigos, circulou pela cidade e até tomou banho de chuva. "Foi o mais perto que consegui chegar da natureza", brincou. Pausa no papo, o maquiador sugere o uso de um spray bronzeante "para dar uma cor" nas pernas da atriz. Pois é, mais um reflexo da temporada paulistana.

Mas parece que nada tem abalado o humor da atriz: nem a solidão, nem o popular bronze "escritório" recém-adquirido. Prova disso é a maneira como ela tem encarado o casamento a distância, digamos assim, com o jogador Roger Flores. Há sete meses juntos, eles se viram um punhado de vezes, já que o rapaz atua pelo Qatar S. C (onde tem contrato até junho), time do Oriente Médio distante 11 mil quilômetros da casa da atriz, no Rio. Apesar de lançar mão de toda a tecnologia disponível - celular, recados em sites pessoais e conversas online - e muitas milhas de voo, é evidente que a falta de convivência pesa. Porém, é bem administrada por ela. "A gente se respeita, a gente se admira, a gente torce um pelo outro, mesmo que para isso a gente sacrifique as nossas maiores vontades, que é o cotidiano, que é o abraço da noite, que é o dormir junto. Mas o amor não pode ser egoísta", declarou com serenidade.
De fato, Deborah está mesmo de bem com a vida, feliz no casamento e radiante com o trabalho. A tal plenitude, tão almejada pelas mulheres. Está mais sensata, se conhecendo melhor, sabe do que não gosta e tem vivido com menos ansiedade. Madura? Sim. Mas foi só ouvir que o bendito brigadeirão estava servido, para um sorriso sapeca se abrir. Aquele mesmo visto em 1997, quando Deborah era a espevitada Carol, do seriado Confissões de Adolescente. À seguir, essa "pós-adolescente" fala de suas expectativas para o ano que começa, no trabalho, com a família, junto aos amigos e, claro, no seu casamento. Tudo entremeado com outras confissões de quem inicia 2010 com o pé direito.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS