- Anuncie
- Assine

 
 
 
Carreira // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Lobo em pele de cordeiro
No papel de um sensível bissexual em Viver a Vida, Marcelo Valle revela sua personalidade forte na vida real e fala de suas preferências fora da tevê

Poliana Costa

fotos Daniela Dacorso/Ag.IstoÉ
O ator vem ganhando elogios pela sensibilidade com que faz Osmar em Viver a Vida: fora da novela, um homem de opiniões fortes

Se o Osmar, o produtor de moda gente boa de Viver a Vida, tem encantado pela doçura e jeito sensível de tratar as pessoas, sobretudo a amiga Luciana (Alinne Moraes), é fora do ar que seu intérprete, o ator Marcelo Valle, revela uma postura bem mais contundente. A delicadeza do personagem cede espaço à objetividade quando ele fala, por exemplo, sobre os comentários negativos que tem ouvido a respeito da presença de Osmar na trama. "A impressão que eu tenho é que a sociedade está cheia de bissexuais enrustidos. Pelo menos a maioria deles é assim", dispara.
A veracidade com que atua vem chamando a atenção do público - que o reconhece pelas ruas do Rio - e da crítica especializada, sobretudo porque Marcelo evitou estereotipar o personagem, que é bissexual. "Estou fazendo um cara sensível, compreensivo, de olhar doce", explicou o ator.

Longe da telinha, Marcelo é heterossexual e solteiro. Confessa que na rua o assédio das mulheres está maior, sempre com muito carinho. Mas tudo pode mudar... "Se daqui a pouco o Maneco (Manoel Carlos, autor da novela) escrever uma cena em que eu comece a me pegar com um cara, talvez as pessoas se choquem", ressaltou.
Sobre a solteirice, ele se diz muito focado na profissão no momento, sem tempo para procurar uma namorada. "Estou quieto, saindo pouco. Não é que eu não goste de sair, mas saio do teatro à noite, cansado", contou, se referindo à peça História de Nós Dois, em cartaz no Teatro Vanucci, na Gávea. Porém, ele dá as dicas para o seu perfil de mulher ideal: "Gosto de mulheres magras. O físico é o que vem primeiro. Também me sinto muito atraído pelo humor. A pessoa inteligente, mas não a inteligência chata e racional. O que me seduz são tiradas de humor, ideias liberais e abertas", revela.
Vaidoso, Marcelo - que chegou a pesar 105 quilos no começo da carreira, quando atuava em montagens do Tablado nos anos 80 -, diz manter a forma com muito exercício e dieta rigorosa. Sua única tentação é... um belo pote de sorvete. "Cheguei a ficar um dia inteiro sem comer só para tomar um potão de sorvete à noite", confessa ele. Eis aí uma outra dica para as moças que quiserem fisgar o bonitão.

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS