- Anuncie
- Assine

 
 
 
Diversão & Arte // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Retrospectiva 2009 - Teatro
A arte de grandes ato
O mal dos palcos é que boas atuações se perdem no tempo, porque não são registradas em vídeo. Ficam apenas na memória de quem as presenciou. As de 2009, ficam também nessa retrospectiva:

Fotos DIVULGAÇÃO




Maria Stuart -
Na história das rainhas Maria Stuart e Elizabeth, de Friedrich Schiller, Júlia Lemmertz traduziu a humildade e a revolta da primeira, trancafiada pela prima Elizabeth, cujo temperamento autoritário e hesitante foi explorado por Clarice Niskier.

 

Fotos DIVULGAÇÃO

 

 

 

 

A Loba de Ray-Ban - Encenada há 22 anos com Raul Cortez no papel principal (e com o título no masculino), a peça de Renato Borghi é apresentada sob o ponto de vista feminino com um tour de force de Christiane Torloni como a Loba.

 

 

 

Moby Dick - O diretor Aderbal Freire-Filho levou ao palco o clássico de Herman Melville com Chico Diaz no papel de capitão Ahab. O ator, na busca pela baleia, encontrou elogios a sua atuação

Gloriosa - Marília Pêra virou a pior cantora do mundo, Florence Jenkins. Trabalhando com a dupla do momento, os diretores Charles Möeller e Cláudio Botelho (que também fizeram a bem-sucedida Avenida Q, este ano), Marília pôs seu virtuosismo a serviço das desafinações da americana.

Fotos DIVULGAÇÃO

 


Restos - Antônio Fagundes voltou aos palcos, depois de três anos, no papel de um fumante que acaba de perder a mulher, fazendo uma reflexão sobre amor, morte e transformações na vida simples que levava.

 

 

Fotos DIVULGAÇÃO

As meninas da literatura nos palcos

Lygia Fagundes Telles teve a obra completa relançada, ganhou o prêmio Juca Pato de Intelectual do Ano e viu seu romance As Meninas ser montado - e bem - no teatro. E Clarice Lispector (1920-1977) - cuja biografia Clarice, chegou ao topo da lista dos mais vendidos - também teve a vida contada no palco em Simplesmente Eu, com elogiada performance de Beth Goulart.

 

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS