- Anuncie
- Assine

 
 
 
Especial // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Personalidade do Ano Moda
O mago Reinaldo Lourenço
Em temporada em que ganhou prêmio e virou pop sem perder o glamour, o estilista fala sobre suas conquistas e sobre os novos voos para além da moda em 2010

Bianca Zaramella

Fotos Rogério Albuquerque/Ag.IstoÉ

Dezenove anos depois do primeiro desfile é um período mais do que suficiente para um estilista colecionar boas histórias e episódios inesquecíveis. Mas o ano de 2009, pelo conjunto da obra, tem tudo para ser o mais marcante de todos na vida pessoal e profissional de Reinaldo Lourenço. Não à toa, foi eleito por Gente Personalidade do Ano na Moda, credenciado por um desfile premiadíssimo em junho e por sua bem-sucedida coleção para uma grande rede de lojas de apelo popular.

Aos 46 anos de idade, Reinaldo confirmou em 2009 a alcunha de “mago da moda nacional”. Capaz de traduzir em alcunha de “mago da moda nacional”. Capaz de traduzir em uma só coleção diferentes culturas da sociedade brasileira, uma só coleção diferentes culturas da sociedade brasileira, ele une o novo e o vintage sem perder o conceito e a auten- ele une o novo e o vintage sem perder o conceito e a autenticidade dos grandes criadores. Em outubro, ele se viu ticidade dos grandes criadores. Em outubro, ele se viu homenageado no Prêmio Moda Brasil 2009, faturando o homenageado no Prêmio Moda Brasil 2009, faturando o troféu de Melhor Desfile do Ano com o seu primavera- troféu de Melhor Desfile do Ano com o seu primaveraverão 2010 apresentado no São Paulo Fashion Week.

O sucesso, porém, não o faz perder o prumo e Reinaldo O sucesso, porém, não o faz perder o prumo e Reinaldo segue trabalhando arduamente. No ateliê, o estilista revela segue seu lado de businessman, avaliando custos, verificando possibilidades de venda e, principalmente, administrando seu negócio com as próprias mãos. “O segredo são as minhas ideias e como eu penso. Enquanto todo mundo terceirizou, e quer fazer uma roupa mais simples para vender, estou fazendo uma roupa mais pensada, que demora mais tempo na máquina e é mais artesanal. É uma roupa estudada e isso faz toda a diferença”, entrega ele.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS