- Anuncie
- Assine

 
 
 
Gastronomia // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Espanhol moderno
Os vinhos da Bodegas Roda são fruto da renovação enológica ocorrida na região de La Rioja

RAUL Fotos DIVULGAÇÃO ZIT

UMA DAS VANTAGENS de uma vinícola butique, pequena e familiar, é a possibilidade de se selecionar as videiras uma a uma em cada safra.

É o que acontece na Bodegas Roda, em La Rioja, Espanha. Fundada nos anos 80 por Mario Rotllant e Carmen Daurella (o nome do vinho vem da união das sílabas iniciais dos dois sobrenomes), a Roda possui 28 pés de mais de 30 anos, dos quais 17 são usados por ano.

Desde 1992, suas safras, melhores ou piores, têm em comum a madeira a serviço da fruta, ou seja, o carvalho é coadjuvante da estrela principal, a uva. Além disso, os vinhos apresentam frescor, boa acidez, e paladar (tanino) redondo.

"Nossa intenção é oferecer um produto mais moderno, com mais fruta e mais suave que os vinhos tradicionais da Rioja", explica Gonzalo Lainez Gutierrez, diretor comercial da vinícola.

"São vinhos para o prazer à mesa do restaurante", acrescenta. Feito com uvas tempranillo, garnacha e graciano, os Roda Reserva safras 1999, 2000, 2001 e 2002 estão disponíveis em um kit degustação (R$ 755), mas é possível encontrar também outros rótulos individuais. Marina Monzillo

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS