- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Internacional
A rebelde Joss Stone
Cantora, que vem ao Brasil para shows no Rio e em São Paulo, causa polêmica ao incentivar o uso de maconha

Divulgação
"Eu diria para tomarem um banho, fumarem maconha e ouvirem (meu disco) relaxados", declarou recentemente a inglesa

À véspera de sua chegada ao Brasil, a cantora Joss Stone está sendo alvo de atenção por suas declarações polêmicas. A inglesa, que já admitiu no passado ser rebelde e não gostar de obedecer a regras, recomendou aos fãs que fumem maconha enquanto ouvem seu novo disco, Colour me Free.

De acordo com a imprensa internacional, que tem feito alarde sobre a declaração, Joss teria afirmado: "Eu diria para tomarem um banho, fumarem maconha e ouvirem relaxados. É assim que faço com meus álbuns favoritos." Para as apresentações no Rio de Janeiro e em São Paulo, que ocorrem no sábado 21 e no domingo 22, respectivamente, Joss pediu um camarim zen, com iluminação incandescente, velas, incensos e chá - o que combina com o seu estilo "paz e amor". A artista também trará tapetes persas na bagagem para cobrir o palco.

Outra confusão envolvendo a cantora foi a crítica pública a Lily Allen. Joss afirmou com todas as letras que acha que a colega e conterrânea não sabe cantar. "Ela é mais uma personalidade do que uma cantora. Não acho que isso seja uma ofensa, já que ela deve saber disso também", declarou.

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS