- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Álbum
Camila Pitanga
Musa morena

A faxineira Rose é fã de Roberto Carlos. E Roberto Carlos declarou ser fã de Camila Pitanga. A atriz, intérprete da protagonista de Cama de Gato, foi convidada pelo Rei para cantar com ele no especial de fim de ano de 2007, quando ela fazia sucesso como Bebel, em Paraíso Tropical. Ela já havia feito papéis de destaque anteriormente, como a Paraguaçu da série Caramuru - A Invenção do Brasil (2000), mas foi com a prostituta da novela das oito que Camila caiu nas graças do público.

A atriz começou a fazer tudo ao mesmo tempo: em 1993, estreou na tevê na minissérie Sex Appeal; no teatro, em A Ira de Aquiles; e nas passarelas, como modelo. Antes, aos 11 anos, havia sido assistente de palco de Angélica no Clube da Criança, na Manchete, e não pensava em ser atriz. Foi apenas quando fez o espetáculo Orfeu da Conceição, em 1995, aos 18, que decidiu o que queria.

Além de teatro, cinema, novelas e minisséries, também foi apresentadora do Som Brasil, em 2008 e neste ano. A ligação de Camila com a música, aliás, é forte e variada. Além de cantar com Roberto, ela é o rosto que pede silêncio na capa do CD de João Gilberto, Voz e Violão (2000). Foi nos bastidores das filmagens de um clipe de Milton Nascimento que ela conheceu o marido, o diretor de arte Cláudio Amaral Peixoto, com quem tem Antônia, de 1 ano.

DIVULGAÇÃO/ TV GLOBO, ARQUIVO AG. ISTOÉ e AG. NEWS

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS