- Anuncie
- Assine

 
 
 
Moda // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Passarela
Um novo Cavalli
Eterna referência da moda sexy e poderosa, o estilista toscano Roberto Cavalli passa a investir na imagem de uma mulher mais feminina e misteriosa para enfrentar os novos tempos

Bianca Zaramella, de Milão

Fotos divulgação
Fotos SOUTHERNPRESS
"Resolvi sair da imagem forte que sempre criei para as mulheres. A moda pede o novo e os tempos são outros agora", diz Cavalli

"QUERO UMA MULHER MAIS VESTIDA, feminina e misteriosa", anuncia Roberto Cavalli quando chega à sala de seu desfile na Fiera Milano na manhã do sábado 26. Vestido com seu tradicional blazer preto e jeans rasgado, o estilista de uma das grifes italianas mais famosas do mundo não tira os óculos escuros e até parece tímido diante dos jornalistas.

"Resolvi sair da imagem forte que sempre criei para as mulheres. A moda pede o novo e os tempos são outros agora", diz ele, enquanto olha o relógio, preocupado com o horário do início da apresentação. Após uma temporada de reajustes por conta da baixa no consumo que atingiu a alta moda, o estilista mudou o foco e criou uma nova perspectiva de mercado.

Ainda que tenha feito algumas alterações, a moda de Cavalli sempre foi, e ainda é, sinônimo de sensualidade. Que o diga Jennifer Lopez, Beyoncé e e Victoria Beckham, que são algumas das estrelas que exibem seus modelos em tapetes vermelhos ao redor do mundo. Além de fazer parte do guarda-roupa das celebridades, as grandiosas apresentações são outro ponto alto da maison, fundada na década de 60, em Florença, e que hoje está presente em mais de 50 países.

"Os desfiles são o máximo da minha criação. Os cenários sempre têm uma atmosfera diferente e que te levam a imaginar como serão as roupas, antes mesmo dele começar. Para esta coleção, resgatei belas lembranças da França", contou o estilista, antes de deixar a pequena sala em direção ao backstage. Do lado de fora, jornalistas, compradores e fotógrafos faziam fila ao lado das clientes da grife: mulheres loiríssimas, vestidas de preto e joias enormes. Em menos de meia hora, 600 pessoas lotaram a sala.

O cenário é uma casa francesa repleta de flores de lavanda, em tons de cinza e lilás. Na passarela, as modelos surgem com tranças e maquiagem suave. A nova mulher de Roberto Cavalli usa calças de corte impecável, camisas levíssimas e delicadas estampas florais. Seus vestidos de festa não poderiam faltar e talvez ali estivesse um pouco de sua ousadia. Algumas modelos exibiam os seios de maneira discreta e quase imperceptível sobre os decotes e transparências dos tecidos. Como dizem por aqui, Cavalli é sempre Cavalli, mesmo com os novos tempos.

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS