- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Comemoração
A Festa do Rei
Em seu aniversário de 68 anos, Roberto Carlos volta a sua cidade natal e, em show histórico, dá início à turnê que comemora seus 50 anos de carreira

texto Thaís Botelho

Ao lado, Roberto Carlos sopra a velinha em seu bolo-surpresa no palco do Estádio do Sumaré, em Cachoeiro de Itapemirim no domingo 19

Eram 20h40 do domingo 19 quando o estádio do Sumaré, em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, transformou-se no maior salão de festas do Estado. Diante de aproximadamente 12 mil pessoas, estava o anfitrião da noite, o cantor Roberto Carlos que completava 68 anos. O Rei estava visivelmente emocionado: além do aniversário, comemorava 50 anos de carreira e celebrava o retorno à sua cidade natal, após 14 anos. "Eu voltei! / Agora pra ficar / Porque aqui! / Aqui é meu lugar / Eu voltei pras coisas que eu deixei /Eu voltei", cantou assim que pôs os pés no palco, levando o público ao delírio com os versos de "O Portão". "Que prazer rever vocês depois de tantos anos. Volto aqui e parece que ainda sou aquele menino que cantava na Rádio Cachoeiro, num programa infantil", disparou, arrancando gritos e aplausos da calorosa plateia.

Vestindo camisa branca e terno cinza assinado pelo estilista Ricardo Almeida, Roberto Carlos ganhou um coro emocionado do público ao cantar o hit "Emoções". Depois que cantou "Meu Pequeno Cachoeiro", o rei lembrou seus tempos na cidade. "Essa é a parte do show em que digo tudo que tem a ver com a minha família e com a minha infância", disse, sem esconder as lágrimas. Entre as muitas surpresas do repertório, um pot-pourri com as canções "Aquela Casa Simples", "Lady Laura" e "Meu querido, meu velho, meu amigo", música em homenagem ao pai, que ele não cantava havia quase 20 anos, provocou euforia. Pouco antes do final, foi o momento do "Parabéns pra você" com um imenso bolo.

Foi uma surpresa para o cantor. Nesse momento, os filhos de Roberto subiram ao palco: Ana Paula, Dudu Braga e Luciana. A plateia aproveitou e puxou a canção "Como é Grande o Meu Amor Por Você", que foi acompanhada pelos músicos da banda. O aniversariante fez questão de apagar as velinhas, e ainda distribuiu pedaços do doce para o público. Além de boa parte dos parentes de Roberto, estavam presentes dona Geri, mãe de Maria Rita, esposa do cantor que faleceu em 1999. O encerramento foi marcado por hinos da Jovem Guarda, como "É Proibido Fumar", "Jovens Tardes de Domingo", "Quando". Após o bis com "É Preciso Saber Viver" e "Jesus Cristo", uma queima de fogos de aproximadamente sete minutos iluminou o céu de Cachoeiro de Itapemirim

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS