- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Presságio
O ator Nicolas Cage tenta salvar o mundo em thriller apocalíptico

Antes de ir mal nos minutos finais, longa tem bom ritmo

A FILMOGRAFIA DE NICOLAS CAGE, desde o Oscar que recebeu em 1996 por Despedida em Las Vegas, alterna trabalhos com cineastas renomados como Martin Scorsese, Brian de Palma, John Woo, Spike Jonze e Oliver Stone com inúmeros filmes-pipoca do mais radical escapismo. Presságio pertence à última categoria, mas também está entre os muitos títulos da carreira de Cage que não deram certo, como, entre os mais recentes, O Vidente e Perigo em Bangkok. Mas o filme fracassa apenas nos minutos finais. Antes, o diretor Alex Proyas (O Corvo; Eu, Robô) consegue realizar um thriller de bom ritmo e repleto de clichês saborosos do gênero. Na trama, Cage é um astrofísico viúvo e pai de um garoto que decifra uma velha carta só com números e prevê um desastre global para breve. Assiste-se com interesse ao revelar das pistas. Pena que, como acontece com os filmes de M. Night Shyamalan (Sinais), a conclusão, que mistura alienígenas com religião, pode surpreender uns e também irritar muitos. (Classificação Indicativa: a conferir) Christian Petermann

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS