- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Cinema
Desafinado com o pé no altar
Um dos protagonistas do filme Os Desafinados, o ator Ângelo Paes Leme vai se casar com a atriz Anna Sophia Folch e planeja investir na carreira de músico com a banda formada no longa

TEXTO LUCIANA BARCELLOS FOTO RICARDO FASANELLO

“A gente optou pelo casamento tradicional por causa do ritual, gosto de comemorar as coisas”, diz Ângelo Paes Leme

Uma pequena igreja na cidadezinha de Correias, na região serrana do Estado do Rio, foi o lugar escolhido pelo ator Ângelo Paes Leme para encerrar o ciclo de solteiro. Em 6 de setembro ele se casará com a atriz Anna Sophia Folch, de 22 anos, que vive a Bruna de Ciranda de Pedra. Os dois já dividem o mesmo teto há dois anos, mesmo assim não abriram mão de uma cerimônia como manda o figurino. “A gente optou pelo casamento tradicional por causa do ritual, gosto de comemorar as coisas. Acho muito bonita essa ritualização da cerimônia religiosa e a alegria compartilhada por todos”, explica o ator de 34 anos. Ângelo diz que não abandonará a vida de boêmio depois da união oficial. “Continuarei saindo e bebendo, só que com a minha mulher. Na vida tudo é opção, o que faz diferença é quando se está amando”, explica.

O momento é de celebração também na vida profissional. Ele está no elenco do filme Os Desafinados, no qual mostra seus dotes como músico, e já está cotado para a próxima produção da Record.

Com 18 anos de profissão, o ator viu sua vida mudar em 2006, quando mudou de emissora. Embora tivesse feito bons personagens na Rede Globo, onde também era contratado, foi na Record que Ângelo conseguiu a estabilidade financeira para a compra de seu primeiro imóvel. A casa no bairro de Humaitá, zona sul do Rio, está sendo totalmente reformada. O ator faz questão de acompanhar cada detalhe da obra. “É muito legal essa sensação de construir do seu jeito. Mas é uma despesa terrível”, reclama.

Para ele, o acirramento da concorrência entre as emissoras de tevê tem resultado em novas oportunidades para profissionais que estavam sem opção de trabalho. “Existem grandes atores que muitas vezes têm dificuldades de conseguir espaço ou de ter uma sustentabilidade econômica. Eu mesmo já tive dificuldades para pagar o aluguel. A sorte é que estava com uma peça em cartaz”, conta ele.

Enquanto aguarda o retorno à tevê, Ângelo aproveita para viajar com o diretor Walter Lima Jr. para divulgar o filme Os Desafinados. No longa-metragem, ele é integrante de uma banda ao lado de Rodrigo Santoro, Jair Oliveira e André Moraes. O entrosamento musical foi tão grande que o grupo, com exceção de Santoro, por causa da carreira internacional, pretende se reunir para tocar novamente fora da ficção. O primeiro show estava marcado para a pré-estréia do filme em São Paulo, na segunda- feira 18. “Ficamos tão amigos que resolvemos tocar novamente”, conta Ângelo, que também poderá ser visto no longa A Guerra dos Rocha, de Jorge Fernando, com lançamento programado para outubro.

 


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS