- Anuncie
- Assine

 
 
 
Livros // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Slam
Marina Monzillo

Fotos: DIVULGAÇÃO
O drama da gravidez na adolescência ganha humor e novas cores com Nick Hornby

NA LINGUAGEM dos skatistas, slam, em inglês, é uma queda daquelas. Na vida de Sam, seu grande tombo foi ter engravidado a namorada aos 15 anos, bem no momento em que tudo parecia estar nos conformes: ele estava saindo com uma garota bonita, andava mandando bem nas manobras de skate e seus professores o incentivavam a fazer faculdade de desenho.

O tema de Slam (Rocco, 264 págs., R$ 33), novo romance de Nick Hornby, não parece muito original, mas quando entra a habilidade do autor em descrever os confusos sentimentos do adolescente, o velho drama ganha humor e cores novas.

O caminho da literatura juvenil parece natural para o escritor britânico. Seus livros, como Alta Fidelidade e Um Grande Garoto, costumam ser recheados de cultura pop, e seus personagens geralmente vivem o conflito entre a responsabilidade da vida adulta e a festa sem fim da juventude. Talvez o estilo da narrativa de Hornby soe um pouco repetitivo para quem já leu um ou mais romances do autor, e este não é o melhor que já saiu de sua pena, mas ainda é leitura divertida e descolada.

Ao dar voz a personagem de 15 anos, o britânico Nick Hornby se volta ao público juvenil


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff - Media Solutions