- Anuncie
- Assine

 
 
 
 
Exposição // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Nos tempos da Contracultura
Exposição em São Paulo mostra desde a geração beatnik, que influenciou o movimento, até as manifestações pós-punks

Instalação cenográfica de 1.300 metros quadrados faz parte da mostra

Leia também

Cinema
Exposição
Música
Livros
Teatro
Internet
Televisão
Gastronomia

Vida Louca, Vida Intensa – Uma Viagem pela Contracultura é o sugestivo nome da exposição multimídia em cartaz no Sesc Pompéia, em São Paulo, lembrando o movimento que provocou uma reviravolta nas artes e no comportamento jovem nos anos 60.

No prédio, foi feita uma instalação cenográfica que começa nos anos 50, mostrando um pouco da geração beatnik, uma das principais influências dos artistas da Contracultura, com um café no estilo daquela época e trilha sonora com músicas bebop. Em seguida, há exemplos do psicodelismo que tomou conta das artes a partir do final dos anos 60 e, no final do percurso, imagens do movimento pós-punk.

Um cinema de 80 lugares foi montado para exibir, diariamente, filmes que têm alguma relação com a estética ou o pensamento rebelde daquele período, com títulos como Blow Up e Alice in Acidland. Com curadoria de Eduardo Beu, a programação da mostra ainda tem debates, shows, peças de teatro, leituras, exposição de capas de jornais underground e uma videoinstalação em que é possível “experimentar” algumas daquelas roupas extravagantes.

Sesc Pompéia – r. Clélia, 93, São Paulo,
tel. (11) 3871-7700. Até 22/06.


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff - Media Solutions