- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Hebe Camargo casa de histórias
Com exclusividade para Gente, a apresentadora do SBT narra o dia-a-dia na mansão em que mora há oito anos e diz que não imaginava viver tantas alegrias a um ano de completar 80

TEXTO ANA CAROLINA SOARES E GISELE VITÓRIA
FOTOS PAULO VITALE


Um navio para os 80

Hebe sabe a resposta. Tanto que planeja com 11 meses de antecedência uma comemoração em grande estilo dos seus 80 anos, em 8 de março. Será com um show num transatlântico, que marcará o final de uma turnê batizada de "Nova Geração", em que deve cantar sucessos pop, como os do Skank e J. Quest.

"Poucas vezes tomei remédios e nunca fui parar no hospital. Meus amigos ficam pasmos com a minha resistência"

Nesse mar de alegrias, apenas a relação com o SBT não navegava muito bem. Há um mês, Hebe declarava que estava "tristinha". Sim, no diminutivo, porque justifica: "Triste, eu nunca estou. Sou sempre positiva para atrair coisas boas". O "patrão" ouviu o recado e a chamou para conversar no início de abril. Resultado: desde então, Hebe entra no ar pontualmente às 22h15 das segundasfeiras, sua atração se esticou em mais uma hora e, de quebra, deu início à negociação para renovar o contrato que vence no final deste ano. "A vida realmente me presenteou", ela diz, enquanto acaricia a cracatua Tututu.

Na sala, animais e bonecas

Visivelmente, Hebe é uma entusiasta dos animais em casa. Além da cracatua e da galinha-d'angola, tem nove cães e outras aves, todos circulando livres pela mansão. O galguinho italiano Fendi dorme em sua cama e ela também adora Louis Vuitton, seu schnauzer branco. Nem sempre a convivência entre os animais é pacífica. Há dois meses, a galinha-d'angola por pouco não foi estraçalhada pelos cachorros. "Levamos a Chamboca ensangüentada para uma veterinária. Ela foi operada e passou a noite na minha suíte", conta ela. "No dia seguinte, Chamboca olhou pra mim e disse, toda murchinha: 'Tô fraco'". Mais gargalhadas.

BICHARADA Hebe tem nove cachorros e várias aves. Nesta foto, aparece com o galguinho italiano Fendi, seu preferido, que tem dividido a cama com ela

Começa a chover. Eudes se encarrega de levar Chamboca para um lugar coberto. No trajeto para a sala de estar, Hebe ergue o braço para a repórter e demonstra um hábito: gosta de andar de braços dados enquanto conversa, não importa se o interlocutor é homem ou mulher. Na sala de estar, há um divã decorado com um bebê de brinquedo deitado sobre uma almofada onde se lê: "Existe um mundo melhor, mas é caríssimo". "Foi um presente da (arquiteta) Bya Barros", disse. Ao fundo, uma coleção de cristais ("Não acredito na energia, só acho bonito") em cima de uma mesa. Embaixo do mesmo móvel, um cachorro de pelúcia, outro presente de um amigo.

Cada cômodo, cada móvel, cada objeto conta uma história, o que torna a casa um retrato fiel da proprietária. Mesmo se ela não estivesse lá, qualquer cidadão que visitasse o local mataria a charada: ali, é tudo da Hebe. "Às vezes, ainda me surpreendo e penso: 'Meu Deus... Isso tudo é meu! E está tudo pago.'"

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS