Cinema • Home• Revista 24/3/2008
DRAMA
A Família Savage
Elenco impecável é o destaque desse sensível retrato dos desafios da maturidade

Suzana Uchôa Itiberê

Envie esta matéria para um amigo

Laura Linney e Philip Seymour Hoffman interpretam os irmãos Wendy e Jon

É BEM PROVÁVEL que Laura Linney e Philip Seymour Hoffman tornem interessante até a leitura de uma lista telefônica. Em A Família Savage, essa rara dupla de atores esbanja sutileza ao equilibrar humor e drama em uma história genuinamente triste. Laura foi indicada ao Oscar pela interpretação de Wendy, aspirante a dramaturga de Nova York que espanta a solidão com o gato e as visitas ocasionais do vizinho casado. Seu irmão, Jon, é professor universitário, também ligado ao teatro, que não assume a relação de anos com uma polonesa. Os dois lidam com o mundo de maneiras distintas, mas terão de entrar em consenso quanto aos cuidados com o pai senil, que sofre de demência.

Leia também

Cinema
Exposição
Música
Livros
Teatro
Internet
Televisão
Gastronomia

A diretora e roteirista Tamara Jenkins já havia se debruçado sobre uma família disfuncional no divertido O Outro Lado de Beverly Hills. Aqui, porém, temas como envelhecimento, abandono e morte são abordados com densidade. O reencontro dos irmãos traz à tona um doloroso passado, que em muito explica os impasses de cada um no presente. Ainda assim, paira uma aura otimista, a sensação de que há remédio para tudo, ou quase.