Televisão • Home• Revista 17/3/2008
Vilão bem vestido
Humberto Martins deixa de lado os personagens descamisados e usa terno em Beleza Pura

Aina Pinto

Envie esta matéria para um amigo
Fotos: DIVULGAÇÃO
Humberto Martins como Renato: gestos mais contidos e elegantes

Leia também

Cinema
Exposição
Música
Livros
Teatro
Internet
Televisão
Gastronomia

Humberto Martins deixou de ser um "sem-camisa". O ator, que nos últimos anos só aparecia de peito nu, sempre bronzeado e correndo atrás de belas mulheres, agora usa terno e gravata e tem gestos mais contidos. Aos 46 anos, ele mudou radicalmente de perfil, como prova seu personagem em Beleza Pura, o cirurgião plástico Renato. "Tive de elaborar uma nova forma de me movimentar, de reforçar o lado elegante do personagem", explica o ator.

Como arma de sedução, ele trocou as camisetas justas - quando as vestia - pelo terno. "Não posso ficar bronzeado e, se o sol está muito forte, tenho de usar protetor e guarda-sol. Tudo por causa dessa imagem do Renato, asséptica", conta ele, que antes de começar a gravar, passou dois meses assistindo todos os dias a programas sobre cirurgia plástica no Discovery Health.

Outra diferença entre o novo personagem, um vilão com classe, e os antigos é que Renato não leva jeito para seduzir. Embora conquiste suas clientes pela gentileza, ele não consegue impressionar a mulher por quem é apaixonado, a dermatologista Joana (Regiane Alves). Toda vez que ela recusa os seus galanteios, ele perde as estribeiras. Sem o artifício de exibir os músculos, ele já tentou até agarrá-la na clínica onde trabalham. Ela o rejeitou e ainda ameaçou processá-lo por assédio. "Na verdade, ele não é mau. Só não sabe lidar com esse tipo de situação. Então, ele é ostensivo, exibe sua riqueza e o seu conhecimento", defende Humberto.