Especial • Home• Revista 10/3/2008
DIA DA MULHER
As 10 mulheres mais poderosas do Brasil
Elas inspiram o país e o mundo em diferentes atividades e simbolizam a força feminina na era da globalização

Ivete Sangalo
Dilma Rousseff
Ana Maria Braga
Silvia Lagnado
Eliana Tranchesi
Gisele Bündchen
Solange Vieira
Ellen Gracie
Chieko Aoki
Viviane Senna

Uma consumidora chinesa entra numa loja de departamentos em Pequim e depara- se com a imagem da übermodel Gisele Bündchen estampada no cartaz de uma grife de luxo. Um representante de uma empresa holandesa vem ao Brasil e reúne-se com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para negociar a instalação de uma planta industrial no País. Dilma e Gisele são duas mulheres diferentes, mas igualmente influentes e poderosas. Fazem parte de uma geração de brasileiras que, em suas áreas de atuação, representam a perspectiva do poder feminino no mundo globalizado. Suas histórias ajudam a desvendar um universo em transformação rápida e permanente.

Figuras como Ellen Gracie, primeira mulher a ocupar a presidência do Supremo Tribunal Federal, o STF, instância máxima do Judiciário brasileiro, são inspiradoras. Tanto quanto Silvia Lagnado, que aos 40 anos e mãe de dois adolescentes, é vice-presidente sênior da Unilever e tem sob sua tutela um negócio de US$ 5 bilhões por ano e operações em mais de 80 países. Ou empresárias como Eliana Tranchesi, dona da Daslu, reconhecida como um dos maiores expoentes do novo cenário fashion mundial. Num palco diferente, reina o furacão Ivete Sangalo, que aos 36 anos é uma das mais bem-sucedidas cantoras brasileiras, com uma marca que fatura R$ 40 milhões por ano.

Conheça um pouco sobre o outro lado de dez figuras femininas que se destacam num país construído também por outros milhões de mulheres fortes, guerreiras e anônimas.

1. Ivete Sangalo
2. Dilma Rousseff
3. Ana Maria Braga
4. Silvia Lagnado
5. Eliana Tranchesi
6. Gisele Bündchen
7. Solange Vieira
8. Ellen Gracie
9. Chieko Aoki
10. Viviane Senna