Show • Home• Revista 10/3/2008
A bordo com o Rei
Roberto Carlos recebe Myriam Rios a bordo do navio Costa Mágica,anuncia lançamento de perfume com a sua marca e conta que será homenageado no Grammy Latino

TEXTO JOÃO BERNARDO CALDEIRA

FELIPE PANFILI/ AG. NEWS
Myriam Rios e os filhos, Edmar e Pedro Artur: "Eu e Roberto temos uma ótima relação e somos amigos"

A quinta edição do cruzeiro Emoções em Alto Mar teria transcorrido normalmente se Roberto Carlos não tivesse entre os 3.470 passageiros uma convidada especial: a atriz Myriam Rios, com quem foi casado durante 12 anos. Acompanhada dos filhos Edmar, 11 anos, e Pedro Artur, de seis, ela assistiu ao show do rei no domingo 24. Foi a primeira vez que Myriam conferiu a apresentação do cantor a bordo do navio Costa Mágica. Questionada sobre sua presença, a atriz minimizou o assunto. "Eu e Roberto temos uma ótima relação e somos amigos", disse ela, que visitou o camarim do ex-marido, onde o filho Pedro ensaiou com o cantor a canção "Calhambeque".

Em seu blog, ela foi mais efusiva."Nem preciso dizer que o show nos levou ao céu!! Que voz!! Que olhar!! Que sorriso!! Quanto charme!!!", declarou, sem disfarçar o entusiasmo. A assessoria de Roberto reforçou as declarações da atriz e informou que Myriam já assistiu a outras apresentações do cantor, como o show que ele fez no Canecão, no ano passado, e que os dois mantêm uma relação de amizade. Ainda de acordo com a assessoria do cantor, a reaproximação de Roberto e Myriam aconteceu quando Maria Rita, última mulher do cantor, ainda não havia adoecido.

O cruzeiro reuniu 3.470 passageiros. Durante o show, Roberto Carlos, fardado como capitão do navio, distribuiu rosas

Coincidência ou não, o fato é que Myriam não esteve na mesma platéia que D. Geri e Maria Eumir, mãe e irmã de Maria Rita. As duas também estavam na platéia para assistir Roberto cantar clássicos como "Detalhes", "Amor Sem Limites" e "Além do Horizonte", na noite da segunda- feira 25. Um outro convidado recebeu as boas-vindas do Rei: Marcelo Arantes, participante do Big Brother Brasil. "É um prazer tê-lo a bordo e poder tirá-lo um pouco do confinamento", disse, com elegância.

"Continuo marombando e fazendo tudo o que possa contribuir para esconder a minha idade"

ROBERTO CARLOS

Muitos notaram a ausência das tradicionais referências a Maria Rita durante o show, o que o cantor negou com veemência na coletiva de imprensa, realizada na embarcação: "Minha homenagem a Maria Rita é permanente, não precisa nem ser dita", respondeu. Embora não tenha falado sobre os progressos em seu tratamento no combate ao Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), que lhe fazia evitar músicas como "Quero Que Vá Tudo Pro Inferno", Roberto demonstrou, no show, que continua melhorando. "Não que eu já passe por debaixo de escada ou saia por porta por onde não entrei, mas melhorei e vou cantar uma música que não canto há tempos", disse, antes de emendar "Negro Gato".

Fotos: JOÃO LUIS SOARES
D. Geri e Maria Eumir, mãe e irmã de Maria Rita

Prestes a completar 50 anos de carreira, Roberto continua surpreendendo. O cantor pretende se aventurar em outro seguimento e lançar um perfume com a sua marca. "A gente está estudando, mas ainda não sei como seria esse perfume...", adiantou. O ano promete ser atribulado. Além do lançamento de dois discos - um em espanhol e outro reatando a parceria com o amigo Erasmo Carlos -, Roberto ainda será homenageado no Grammy Latino. Além disso, a partir de abril, começa na Argentina uma turnê que passará por 11 países.

A agenda é intensa, mas o cantor de 66 anos não aparenta cansaço ou falta de disposição, muito pelo contrário. "Continuo marombando e fazendo tudo o que possa contribuir para esconder a minha idade", afirmou ele. No evento, o público encontrou um Roberto Carlos mais leve do que nos últimos tempos, conforme ele mesmo reconhece: "Meu estado de espírito? Podia estar melhor, mas estou bem. Estou tocando a vida, acho que tenho conseguido superar meus problemas, minha tristeza. Ainda não cheguei lá, mas já andei um bom caminho", desabafou o Rei, pouco mais de oito anos depois da morte de Maria Rita.