Cinema • Home• Revista 12/2/2008
A eterna dama de honra
Roteirista de O Diabo Veste Prada cria história de uma garota que sempre vai a casamentos, mas nunca é a noiva

Envie esta matéria para um amigo
Katherine Heigl, de Grey’s Anatomy, vive a romântica e idealista Jane

Vestida para Casar, que entra em circuito no próximo dia 15, tem como roteirista Aline Brosh McKenna, que adaptou O Diabo Veste Prada para a telona. Desta vez, porém, o guarda-roupa moderno e ultrafashion das seguidoras de Miranda Priestly dá lugar a modelitos pra lá de cafonas em prol do humor.

Leia também

Cinema
Exposição
Música
Livros
Teatro
Internet
Televisão
Gastronomia

Na nova comédia romântica, Jane (Katherine Heigl) possui 27 vestidos de dama de honra no armário – todos horríveis – e nenhum de noiva. A roteirista Aline Brosh McKenna revela que se inspirou numa amiga, que foi dama de honra 12 vezes, para criar a personagem. “Fiquei pensando no que qualificaria uma pessoa a ser convidada para tantos casamentos”, conta.

Idealista e romântica, Jane vive se preocupando com outros, sendo a amiga perfeita, mas nunca consegue alcançar seu próprio final feliz. Quando sua irmã mais nova rouba o coração de George, patrão e paixão secreta de Jane, ela começa a reexaminar seu estilo de vida e decide deixar de ser a eterna coadjuvante. “Jane vive num mundo de fantasias. Ela idolatra George, mas isso não significa que eles sejam perfeitos um para o outro. Ela não arrisca dizer a ele que o ama”, explica a atriz Katherine Heigl, mais conhecida como a Dra. Izzie Stevens na série Grey’s Anatomy. “Mas esta é uma comédia bastante física e pateta”, completa. Marina Monzillo