Música • Home• Revista 12/2/2008
Into the Wild
Longe do grunge do Pearl Jam, Eddie Vedder surpreende ao assinar a trilha de filme de Sean Penn

Envie esta matéria para um amigo

TRILHA SONORA

ESTRELAS:

Leia também

Cinema
Exposição
Música
Livros
Teatro
Internet
Televisão
Gastronomia

SE A GREVE de roteiristas que vem emperrando a engrenagem de Hollywood não tivesse impedido a realização da festa de entrega do Globo de Ouro, em 13 de janeiro, Eddie Vedder teria subido ao palco para receber o troféu por sua música "Guaranteed", agraciada com o prêmio de melhor canção original. O tema faz parte da trilha do filme dirigido pelo ator Sean Penn, Into the Wild (Na Natureza Selvagem, no título brasileiro). Amigo de Vedder, Penn o convocou para assinar as músicas do longa-metragem, e a edição dessa bela trilha em CD vale por um disco solo, o primeiro, do líder do grupo Pearl Jam, um dos pilares do grunge, o rock visceral projetado em Seattle (EUA) nos anos 90.

Editado pela Sony BMG, a gravadora do Pearl Jam, o disco chegou às lojas nacionais antes mesmo da estréia do filme no Brasil, programada para 22 de fevereiro. Fãs desavisados do grupo vão se surpreender se comprarem o CD esperando ouvir a barulheira típica da banda. Distante da pauleira, Vedder trilha os caminhos acústicos do folk, desnudando sua força melódica e um insuspeito lirismo. É como se o cantor tivesse dado um tempo para fazer um disco solo no estilo "íntimo e pessoal". Em vez da guitarra, é o banjo que predomina nos arranjos de músicas como "Rise". E o surpreendente é que, mesmo linear, a safra de canções é bonita - com destaque para "Far Behind", "Long Night" e, claro, "Guaranteed", injustamente esquecida na lista de indicados ao Oscar nas categorias musicais. (M.F.)

Eddie Vedder: folk com força melódica e insuspeito lirismo