Rio de Janeiro Musas • Home• Revista 6/2/2008
O olhar de gueixa de Ângela Bismarck c
(MACEDO RODRIGUES)

PAULO JAREZ/ AG. NEWS

Foliã escaldada, Ângela Bismarck não quis correr o risco de repetir o constrangimento que sofreu no desfile do ano passado quando seu tapa-sexo desprendeu-se do corpo em plena Sapucaí. Neste ano, ela optou por um modelo feito em arame e ficou satisfeita com o resultado. “Fiquei bem mais segura e pude me entregar de corpo e alma ao desfile da Porto da Pedra”, disse a madrinha da bateria da escola, após a apresentação. Dedicada ao extremo, Ângela submeteu-se à sua 42ª cirurgia plástica só para ficar com os olhos puxados e, assim, emprestar mais credibilidade à sua representação de Madame Butterfly. No dia seguinte ao desfile, com seu olhar de gueixa, ela passeava pelo Camarote da Brahma de mãos dadas com o marido, o cirurgião plástico Wagner de Moraes.