Rio de Janeiro Musas • Home• Revista 6/2/2008
Tapa-nada

Se houvesse um troféu para a passista mais pelada do Carnaval, o prêmio deste ano certamente iria para Viviane Castro, de 25 anos. Usando apenas um tapasexo de quatro centímetros, um colar no pescoço e um adereço vermelho na cabeça, a modelo representou uma índia no desfile da escola São Clemente e roubou a cena na Sapucaí, no domingo 3. Na concentração, o tapa-sexo de Viviane chegou a cair e foi colado na frente do público. “Não estou querendo chamar a atenção. Estou aqui apenas para brincar o meu Carnaval”, disse ela.