Cinema • Home• Revista 22/1/2008
Meu negócio é história de amor
A atriz Carolina Dieckmann pode ser vista pela primeira vez no cinema na comédia sexo com amor?, filmada durante a gravidez do segundo filho, José, de cinco meses

TEXTO MARINA MONZILLO

Envie esta matéria para um amigo
IBRAIM CRUZ/ AG.ISTOÉ
À esq., Carolina Dieckmann no lançamento de Sexo com Amor?, em São Paulo; e à dir., na cena em que sua personagem, uma professora de educação sexual, faz um teste de gravidez

O ponto de interrogação no título do filme Sexo com Amor? não existe para Carolina Dieckmann. “Nunca fiz sexo sem amor”, revela a atriz, que aparecerá pela primeira vez na telona nessa comédia romântica, dirigida por Wolf Maya, que estréia em 1º de fevereiro. “Sou uma atriz muito comprometida com a tevê, adoro e estou sempre pensando nisso. Então, ainda não tinha dado certo fazer cinema.” Ela conseguiu, entretanto, ter outra experiência recente com a sétima arte no suspense Onde Andará Dulce Veiga?, ainda sem data de estréia.

Carolina estava grávida do filho José, hoje com cinco meses, durante as filmagens de Sexo com Amor? e recorda uma manhã de gravação, no Rio de Janeiro, quando foi de casa para o set e do set para casa vomitando. “Enjoava o dia inteiro. Passei mal a gravidez toda.” Segundo ela, fazer o filme nesse estado foi bom: “Ajudou a me distrair, esquecer o mal-estar, passar o tempo, porque gravidez demora muito pra passar!”, diz ela, que por conta do lançamento do longa, deixou o bebê com o pai, o diretor e roteirista Tiago Worcman, para vir a São Paulo. “É a primeira vez que fico mais de duas horas longe do José. Chorei no avião, achei que ia morrer, até falei com o comandante. O leite, os hormônios deixam a gente nessa instabilidade emocional.”

Além do marido, Tiago, e do pequeno José, o terceiro homem na vida de Carolina é Davi, seu filho com o ator Marcos Frota. “Hoje de manhã, olhei para a cama, vi os três deitados e pensei: ‘Tudo isso só para mim?’”, ri Carolina, que afirma não fazer questão de uma filha e está feliz em ser a única mulher da casa. “O Davi está cheio de si porque tem um irmão mais novo. Ele vai fazer nove anos, é mais fácil administrar o ciúme nessa idade. Ele não é nem quer mais ser o bebê da família.”

A personagem de Carolina em Sexo com Amor? é uma professora que ensina educação sexual para crianças na faixa etária de Davi. “Ele ainda não está nessa de perguntar sobre sexo. É flamenguista roxo e diz que a namorada dele é a bola”, conta a atriz. “Ele fala ‘Mamãe, não sei como vou te dar netos, porque bola não tem filhos’.”

O projeto atual de Carolina é amamentar, mas confessa que está começando a sentir saudade do trabalho, que deve retomar só no meio do ano. “Quando leio alguma coisa, fico com vontade de decorar”, revela. Sem negar que vai ser difícil deixar a cria, ela tenta ser racional: “Ele tem de saber que a mãe dele precisa trabalhar. Se não, não tem comida, não tem brinquedo, não tem escola. A vida é dura!”.

A vontade da atriz é voltar às personagens boazinhas e românticas que tanto a marcaram. “Meu negócio é a história de amor. Eu quero sempre ser a mocinha, me identifico. Sou uma mocinha inspirada pela vida real”.