Sucesso • Home• Revista 22/1/2008
sp fashion week
Andrija Bikic passarela BRASILEIRA
O modelo sérvio namorado de Ivete Sangalo desfila para a grife Ellus sem a presença da cantora na platéia

TEXTO LUCIANA FRANCA E BIANCA ZARAMELLA

Andrija no camarim da Ellus armado na estação Júlio Prestes

O modelo sérvio Andrija Bikic, de 27 anos, foi a grande sensação do desfile da grife Ellus realizado no domingo 20 na estação de trem Júlio Prestes, no centro da capital paulista. Com show marcado em João Pessoa (PB), Ivete Sangalo não pôde assistir à performance do namorado, que pela primeira vez pisava numa passarela brasileira. “Eu já tinha idéia do que era a São Paulo Fashion Week e planejava desfilar aqui um dia, mas não tinha oportunidade porque a data sempre coincidia com os desfiles internacionais”, diz ele, que está de férias no Brasil. O convite para estrelar o desfile e a campanha de outono/inverno da Ellus ao lado da top Juliana Imai partiu de Adriana Bozon, diretora de criação da marca. “É um modelo com rosto de traços fortes e uma pessoa nova na moda brasileira. Eu o conhecia de campanhas internacionais e, junto com a minha equipe de estilo, resolvemos convidá-lo depois de vê-lo com a Ivete”, diz Adriana, que preferiu manter sob sigilo o valor do cachê de Andrija.

O modelo, que já trabalhou para grifes importantes como Dolce & Gabbana e Dior Homme, não parecia muito à vontade no camarim armado na estação de trem. O motivo não era a falta de um espaço reservado especialmente para ele trocar de roupa, como costuma acontecer com os modelos mais bem pagos dos desfiles. Andrija está familiarizado com o ambiente da moda e se trocou ao lado dos outros colegas, mas o que lhe causava estranhamento era o grande assédio de fotógrafos. “Isso não acontece quando desfilo lá fora. Sabia que a primeira vez em que pisasse no Brasil minha vida iria mudar. Mas foi uma escolha que fiz”, diz o modelo, referindo-se ao namoro com uma das mulheres mais famosas do País.

Andrija se diz vaidoso sem exagero e conta que ainda não teve tempo para ir às compras no Brasil, mas conhece um pouco a moda nacional. “Gosto das roupas brasileiras que Ivete me deu de presente”, afirmou ele, antes de embarcar no trem que serviu de cenário para o desfile que tinha como tema cavaleiros urbanos.

FABIANO CERCHIARI/ AG.ISTOÉ
O modelo sérvio ao final da apresentação