Música • Home• Revista 15/1/2008
POP
Anormal
O estreante Jonas Sá parece demais com Lulu Santos

(M.F.)

Envie esta matéria para um amigo
Jonas Sá inaugura o selo Som Livre Apresenta, para novos talentos


IRMÃO DE PEDRO SÁ
, guitarrista da jovem banda que acompanha Caetano Veloso no disco e no show Cê, Jonas Sá faz sua estréia fonográfica como cantor e compositor no álbum Anormal, que inaugura o selo Som Livre Apresenta, criado para inserir novos talentos no mercado (conheça os primeiros eleitos no quadro). A Som Livre é uma gravadora ligada às Organizações Globo e ancorada nas trilhas de novelas, mas que, nos anos 70, lançou artistas como Guilherme Arantes. A criação do selo é tentativa de voltar a ter relevância no mercado.

A semelhança anormal da música de Jonas Sá com o pop de Lulu Santos tira muito do brilho da estréia do artista. Mais do que uma influência, o cantor parece ter clonado com êxito as levadas de Lulu em temas como “Sayonara”, “Mega” e a faixa-título. A seu favor, Jonas conta com um instrumental azeitado e moderno. Enturmado na cena indie carioca, ele recrutou músicos como os bateristas Marcelo Callado e Domenico Lancellotti. É a geração moderninha que adquiriu aura hype e vem sendo requisitada por nomes como Adriana Calcanhotto. Radicalmente pop, como caracteriza Arnaldo Antunes em texto escrito para apresentar o CD Anormal, o som de Jonas Sá é interessante, mas precisa perder um pouco a influência de Lulu para que o jovem cantor adquira identidade própria e tenha vida longa no mercado que a Som Livre lhe apresenta.

APRESENTANDO TALENTOS

TOM BLOCH O grupo gaúcho faz pop rock com elementos de eletrônica
MARIANO SAN ROMAN Sucesso no MySpace, o carioca canta em inglês
VOLTZ Banda pop de São José dos Campos (SP), vencedora do Gas Festival
IRREVERSÍVEIS Banda de música eletrônica que destaca Carol Monte, irmã de Marisa
CHICAS O quarteto feminino tem seu primeiro CD reeditado