Clique para ver a capa ampliada

EDIÇÃO 91
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 ENSAIO FOTOGRÁFICO
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 CLICK
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 MODA
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 TRIBUTO
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA
 

30/04/2001

CARREIRA

FRANCIELY FREDUZESKI
Morena das arábias
A atriz de Zorra Total, que estará na próxima novela das sete, cursa direito, está casada há dois anos e, no Egito, seu marido recusou a proposta de trocá-la por 3 mil camelos

Márcia Montojos

André Durão

Não apenas os brasileiros se rendem às curvas da atriz Franciely Freduzeski, a dona Gegé do humorístico Zorra Total, da Globo. Em recente viagem ao Cairo, um egípcio embevecido pela beleza da moça fez uma proposta inusitada ao seu marido, Jayder Soares, patrono da escola de samba Grande Rio, em Duque de Caxias: ofereceu três mil camelos em troca de Franciely.

Isso, sem nunca tê-la visto no quadro em que contracena com Agildo Ribeiro, quando, ao subir de microssaia numa escada, exibe seus 63 centímetros de coxas bem torneadas. “Bem que me avisaram para sair toda coberta, só com os olhos de fora”, diverte-se.

O marido não fez negócio. Até porque tem orgulho da mulher, que ilustra várias páginas da revista Sexway que está nas bancas. Agildo é o autor do texto. “Ela é linda e talentosa”, elogia. Franciely, 22 anos, diz ter sido difícil tomar a decisão de posar nua, mesmo sem poses frontais. Receava que sua carreira, ainda iniciante, ficasse marcada pela exploração do corpo.

Um convite para a próxima novela das sete da Globo e o elogio de amigos por sua atuação na peça Boeing Boeing, que estréia em junho em São Paulo, a fizeram crer em seu talento dramático. “Sou determinada, acredito no meu trabalho”, diz a ex-bailarina, que deixou Curitiba aos 19 anos.

No Rio, cumpriu a exigência dos pais de cursar faculdade. Passou para Direito – está no quinto período – e, como prêmio, pôde alugar um apartamento em Ipanema, na zona sul, e fazer teatro. “No início, foi difícil suportar a solidão, engordei oito quilos”, conta ela, que além das sessões diárias de ginástica, estuda inglês e francês.

André Durão
No Carnaval, ela homenageou o marido com uma tatuagem de henna no cóccix

A solidão durou pouco. Logo, conheceu o ator Felipe Camargo, com quem namorou três meses. “Minha família só sossegou depois de conhecê-lo”, lembra. O romance não vingou, mas pouco depois surgiu Jayder, 46 anos e três filhos.

Conheceram-se numa festa, mas ela não gostou do jeito escandaloso dele: “Sempre que me encontrava, falava alto: ‘Ai, essa mulher é maravilhosa, ainda vai ser minha’. Passei a evitar lugares onde ele poderia estar.”

Só abriu a guarda quando Jayder mandou-lhe um recado: mudaria de tática para conquistá-la. Selaram o namoro num show de Fábio Jr., no dia seguinte ao primeiro jantar a dois, no restaurante Antiquarius, no Leblon.
Morando juntos há mais de dois anos num apartamento na Lagoa, zona sul, Franciely se diz apaixonada.

A prova foi dada no Carnaval, quando atravessou o sambódromo tatuada – com henna – no cóccix com a frase “Sou Jayder, sou Grande Rio”. Foi surpresa para ele. “Me inspirei na Luma”, diz, referindo-se à Luma de Oliveira, que desfilou exibindo uma coleira com o nome do marido . “Estou pensando na homenagem do ano que vem”, avisa.

Comente esta matéria
 

NUMEROLOGIA
 

TARÔ ONLINE
 

HORÓSCOPO
 
 
ENQUETE
Você acha que o Faustão deve sair do Domingão?
• Sim
• Não
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Você considera certa a atitude de Maria Cecília Longo em apoiar o genro condenado da morte da filha?

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três