CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Poesia

Leia um trecho do livro A sombra do Amado: Poemas de Rûmî

 

A Sombra do Amado
Rûmî, poeta místico comparado a Dante e Shakespeare, ganha tradução

Reprodução

Mirna Grzich

Maulâna Jalal ad-Din Rûmî é o maior poeta do Sufismo, tradição religiosa que vem do Islamismo. Nascido na Pérsia, Rûmî viveu entre 1207 e 1273 e é o legado mais importante de uma cultura e de uma religiosidade que se baseiam nos princípios da paixão e da entrega. A Sombra do Amado (Editora Fisus, 135 págs., R$ 23), pela primeira vez traduzido no Brasil, reúne poemas que mostram a capacidade amorosa de um coração e conduzem o leitor ao êxtase a à embriaguez do amor em todas as suas formas.

No Sufismo, o amor a Deus é comparado ao humano. É interessante saber que o amor que gerou esses poemas foi castigado: Rûmî já era um grande mestre sufi, com milhares de discípulos, quando conheceu e se apaixonou perdidamente por outro mestre, chamado Shams. Enlevados, eles passavam os dias contemplando o amor divino através do amor que sentiam um pelo outro. “Meu coração está em fogo”, canta um dos versos. Infelizmente, tudo termina em tragédia: Shams morre assassinado por um discípulo enciumado da atenção que Rûmî dedicava ao amado.

Comparado a Shakespeare e a Dante, Rûmî ganhou uma elaborada tradução para o português. O estudioso Marco Lucchesi praticamente recriou toda a sua poética em uma tradução que se eleva a um patamar luminoso: imagens, sonoridade e ritmo perfeitos. Como por exemplo, nos versos: “Ergue-se o fogo, deita-se a água, e ela, tão leve, dissolve o fogo.” A Sombra do Amado não é um livro com grande vocação a tornar-se popular. Não é uma literatura mística e erótica comum, muito embora Rûmî esteja se tornando cada vez mais conhecido nos Estados Unidos e na Europa. É o poeta preferido do famoso médico indiano, Deepak Chopra, e das atrizes Madonna e Demi Moore, que produziram um disco com vários artistas declamando seus poemas, A Gift of Love, traduzidos por Coleman Barks, com fundo musical de new age e world music. Para apaixonados

 

 

 Cinema
 Livros
 Música
 Televisão

Fique de olho

No Ibope
 Teatro
 Exposição

Horóscopo

ENQUETE
Você acha que Claudete Troiano passou Cátia Fonseca para trás na Record?
Sim
Não
FÓRUM
O que você acha de artistas que, apesar dos riscos, abusam das próteses de silicone?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três