CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Musical

Festival da Música Brasileira
Falta de espontaneidade marca a primeira etapa do festival da Globo

Divulgação

Segundo a Globo, o Festival pretende recuperar a MPB de qualidade”

Ramiro Zwetsch

Não houve vaia, nem euforia. A manifestação do público na primeira etapa do Festival da Música Brasileira, promovido pela Rede Globo no sábado 19, se restringiu aos aplausos tímidos ou à empolgação planejada dos amigos dos músicos concorrentes. Tão fria quanto a reação da platéia foi a transmissão do evento. O apresentador Serginho Groissman abriu mão da espontaneidade, vestindo terno e gravata e introduzindo os candidatos com textos decorados. Mais perdidos que ele, os repórteres Maria Paula, Britto Jr. e Renata Ceribelli se esforçaram em criar uma euforia irreal. “A empolgação é tanta que já está todo mundo rouco por aqui”, exagerou Ceribelli, após a apresentação de um concorrente. “É na fé que a gente vai, esse Brasil é demais”, disse Maria Paula, depois de entrevistar o compositor Vicente Barreto.

Com zelo excessivo em detalhes supérfluos — como a troca de cenário e palco entre cada música — a Globo eliminou aquilo que os festivais tinham de melhor nas décadas de 60 e 70: a relação espontânea entre público e artistas. Para sorte da música brasileira, os bons compositores e intérpretes afloram pelo País naturalmente, colocando em cheque o pretensioso marketing do festival — que propõe a “recuperação da MPB de qualidade”.

Mas os artistas não têm nada a ver com isso e boas músicas concorreram. Três canções foram selecionadas pelo júri para a fase final: “Tubaína”, de Fernando Chuí, “Xi, de Pirituba a Santo André”, de Rafael Altério e Kléber Albuquerque e “Estrela da Manhã”, de Beto Furquim, que foi interpretada por Mônica Salmaso. Acontecerão ainda mais três eliminatórias, que serão transmitidas nos próximos sábados, a partir das 22h40. Euforia ostensiva

 

 

 Cinema
Bilheteria
Livros
Música
Televisão

Fique de olho

No Ibope
Exposição


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três