CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Assista ao trailer do filme

Desenho animado

South Park: Maior, Melhor e sem Cortes
Versão longa do desenho da MTV faz troça com valores americanos

Neusa Barbosa

Divulgação
A turma: pequenos, mas afiados

O único escândalo do Oscar deste ano está chegando às telas brasileiras, em trinta cópias, a partir desta sexta 25. Trata-se de South Park: Maior, Melhor e sem Cortes, primeiro exemplar em longa-metragem do desenho animado produzido pela MTV. Indicada na categoria melhor canção, a música-tema do filme, “Blame Canada”, quase foi vetada da sonolenta cerimônia, mas acabou sendo recitada ao vivo, com todos os seus palavrões, por uma trupe encabeçada pelo pai de família Robin Williams.

Claro que o humor corrosivo da série não é para todos os paladares. No mundo de South Park, o politicamente incorreto é um lugar que não existe e não podem haver crianças mais boca suja do que os protagonistas, Stan, Kyle, Kenny e Cartman, todos ainda no curso primário.

O mundo só vem abaixo quando os pequenos subornam um mendigo para passar por pai deles e assistem ao novíssimo filme Bundas de Fogo, dos canadenses Terrence e Blanchard. Seu estoque de obscenidades, já bastante robusto normalmente, triplica. Sob pressão das mães da cidade, o governo americano declara guerra ao Canadá e a dupla de criadores do filme é condenada à morte. A escalada de absurdos retrata um país – os Estados Unidos – bem parecido com o da vida real: cego diante da violência, mas histérico diante de um palavrão incapaz de matar uma mosca. Humor corrosivo para adultos

 

 Cinema
Bilheteria
Livros
Música
Televisão

Fique de olho

No Ibope
Exposição


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três