CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS

 BUSCA

 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

  DINHEIRO PLANETA ISTOÉ
 
 

 

AP
Alice: de barraquinhas a rede de hotéis

Alice Sheets Marriott,
fundadora da cadeia Marriott de hotéis e restaurantes, morreu na segunda-feira 17, de causa não divulgada.

Em 1927, ela começou a trabalhar como caixa da barraquinha de cerveja que montou com o marido em Washington D.C. Um ano depois, ela introduziu o prato mexicano “chili com carne” no cardápio e criou o Hot Shoppe. Foi o primeiro de 65 restaurantes que se espalharam por onze Estados americanos. Enquanto criava os dois filhos, o casal expandiu os negócios para hotéis e serviço de bordo em linhas aéreas. Os filhos hoje supervisionam cinco companhias Marriott, cujo faturamento combinado atinge
mais de US$ 20 bilhões por ano.

Neal Matthews Jr,
cantor que fez backing vocals para Elvis Presley e outros cantores americanos com seu quarteto The Jordanaires, morreu na sexta-feira 21,
de ataque cardíaco.

Nascido em Nashville, Tennessee (EUA), Matthews entrou para o grupo em 1953, três anos antes de começar a se apresentar com Presley. O estilo gospel da música de Matthews Jr influenciou várias canções de Presley, como “Hound Dog” e “Don't Be Cruel”, a tal ponto de
ele passar a ser chamado de “a voz por trás do Rei”. Em 1985, Matthews escreveu o livro Elvis: A Golden Tribute. Ele sofreu um derrame há cinco anos, mas voltou a se apresentar ao vivo.

Florisa Verucci,
advogada que integrava o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, morreu na quinta-feira 20, aos 66 anos, de causa não revelada.

Formada em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-graduada em ciências políticas pela Universidade de Paris, Florisa é autora de vários projetos que alteraram
o Código Civil Brasileiro. Ela deixa os filhos Guilherme e Daniela.

Alexander Cohen,
produtor da Broadway por quase 60 anos, morreu no sábado 22, de enfisema pulmonar, aos 79 anos.

Angel Street, sua primeira produção, foi um sucesso instantâneo, encenado 1.295 vezes
a partir de 1941. Um de seus trabalhos mais memoráveis é Hamlet, protagonizado por Richard Burton e dirigido por John Gielgud. Sua última produção, Waiting in the Wings está hoje em cartaz no teatro Eugene O’Neal, na Broadway, Nova York. Além da mulher, Cohen deixa uma filha e dois filhos.

 


Copyright 1996/2000 Editora Três