Veja também outros sites:
 
   
Diversão & arte - Televisão
Fotos: Divulgação
Senhora do Destino: Marília Gabriela estréia em novelas como uma dona de jornal
Foco / Senhora do Destino
Sotaque igual,
história diferente

Confira os capítulos da novela
 

Carla Felícia

Esqueça as brejeiras mulheres de vida fácil, as comidas típicas com efeitos surpreendentes, o realismo fantástico que faz personagens voarem ou conviverem com fantasmas e espíritos. A próxima novela das oito, Senhora do Destino, que estréia na segunda-feira 28, tem pouco do que acostumou-se a ver nas tramas de Aguinaldo Silva. “Quando terminei Porto dos Milagres (2001), decidi que só voltaria a escrever folhetins se conseguisse fazer algo totalmente diferente”, explica ele. “Existe uma certa tendência nos autores de se repetir e a gente acaba fazendo novelas muito parecidas.” O ritmo, segundo Silva, ainda é o mesmo, mas ele conta que decidiu abandonar “as muletas” em que se amparava. Resta, entretanto, o sotaque nordestino da protagonista.

Maria do Carmo (Carolina Dieckmann/Suzana Vieira) é uma mulher pobre que sai do interior de Pernambuco com seus cinco filhos para tentar uma vida melhor no Rio de Janeiro. Chega na cidade em meio ao caos provocado pelo golpe militar de 1968 – época em que se passa a primeira fase da história – e tem sua filha caçula seqüestrada pela grande vilã, Nazaré (Adriana Esteves/Renata Sorrah). Depois dos quatro primeiros capítulos, a novela dá um salto e chega aos dias atuais. Apesar das inúmeras dificuldades, Maria do Carmo torna-se uma empresária bem-sucedida, mas ainda luta para reencontrar a filha. Pernambucano como sua personagem, Aguinaldo admite que a trama tem algo de autobiográfica.

“Maria do Carmo é o nome da minha mãe. Como ela, vim para o Rio muito cedo. E como ela, tive que batalhar muito para chegar onde cheguei”, afirma. Para contar essa história, ele e o diretor Wolf Maya arriscaram na escalação do elenco. Além da jornalista Marília Gabriela estreando em novelas – ela faz uma participação especial como uma dona de jornal – , o público verá também Eduardo Moscovis pela primeira vez no papel de um mau-caráter. O ator será Naldo, político demagogo e oportunista, filho mais velho de Maria do Carmo. Wolf Maya destaca ainda a atuação de Carolina Dieckmann, que viverá dois papéis: a Maria do Carmo jovem e, na segunda fase, sua filha seqüestrada. “É um upgrade para ela, uma nova fase que demonstra um crescimento da Carol como atriz”, afirma.