Veja também outros sites:
 
   
Diversão & arte - Televisão
Fotos: Divulgação
Joelmir (à esq.) e Mauro Beting:
futebol de botão no cenário
Em cena / Joelmir e Mauro Beting
Futebol de pai para filho

Diógenes Campanha

Desde o último dia 10 de maio, os telespectadores do canal por assinatura Bandsports se deparam com uma cena, no mínimo, inusitada. Diante de uma mesa de futebol de botão, os jornalistas Joelmir e Mauro Beting discutem o esporte mais popular do País literalmente de pai para filho, no programa Beting & Beting (seg. a sex., 18h45). “Quando o canal fez a proposta, fiquei entusias-mado, mas meu pai ficou mais, porque ele começou como jornalista esportivo”, diz Mauro. Embora tenha ficado conhecido pelo trabalho na economia, Joelmir cobriu esportes de 1957 a 1962. “Como era novato, me deram o ‘mico’ de fazer o Santos. Tinha que dirigir todo dia até a Baixada Santista e os colegas preferiam cobrir os times paulistanos. Mas, na mesma época em que eu comecei, o Santos trouxe o Pelé e ele logo explodiu”, conta.

Na pauta do Beting & Beting, os temas futebolísticos são relacionados à política e à economia. A mesa de botão, além de ser um elemento cênico, serve para que Mauro faça análises táticas, enquanto o pai dá palpites. Quem também palpita, por telefone, é a esposa de Joelmir, Lucila. “Ela é presidente da TIP – Torcida Insuportável do Palmeiras. É a maior corneteira do século, especialmente do trabalho do filho”, define Mauro.