Veja também outros sites:
 
   
Reportagens
   
 
Sarah, na esquina das ruas Augusta e Lorena, no quadrilátero do luxo em São Paulo, próxima
a uma de suas lojas. “Já fiz sapatos tamanho 42 para a Marília Gabriela”, conta a empresária
Artistas e suas preferências

Ivete Sangalo
“Adora chinelinhos
de strass e sandálias que amarram nas pernas, para dançar sem parar. Mas têm
que agüentar o pique dela a noite toda.”

Vera Fischer
“Gosta das sandálias com saltos altíssimos. Conserva muito
bem seus sapatos.”

Gabriela Duarte
“É ligada em bolsinha de mão, do tipo
meiga, como ela.”

Ana Maria Braga
“Apega-se nas plataformas, quer altura com muito conforto. Tem uma
de cada modelo
e de cada cor.”

Sociedade
Calçada na fama
Designer de calçados preferida entre as celebridades, Sarah Chofakian revela os
gostos e as manias de clientes famosas e diz que alguns compradores já gastaram com sapatos o equivalente a um apartamento

Jonas Furtado
Foto: Claudio Gatti

 

Ela fez fama ao colocar sua assinatura em alguns dos pés mais cobiçados e invejados do País. Na roda de famosos e descolados, ter um sapato by Sarah Chofakian é sinônimo de bom gosto e status. “Quando eu penso em comprar um sapa-
to novo, a primeira pessoa que me vem a cabeça é a Sarah. Ela é talentosa e tem bom gosto”, afirma a atriz Gabriela Duarte, que costuma visitar as lojas de Sarah semanalmente, muitas vezes acompanhada da mãe Regina. Mas nem sempre foi assim. “Hoje, as famosas e lançadoras de moda estão mais seguras para falar ‘estou usando um sapato Sarah Chofakian’. Antes, elas até usavam, mas não assumiam”, diz a empresária, de 41 anos. “A Adriane Galisteu era vizinha da minha loja, sempre usou meus produtos.” Mãe de Luiz Begnini, 21, Sarah é proprietária de lojas homônimas no Shopping Iguatemi e na Alameda Lorena, dois dos mais concorridos endereços de São Paulo. E, em breve, irá inaugurar a terceira loja, em outro point nobre: o Shopping Pátio Higienópolis.

Formada em psicologia e descendente de armênios, Sarah já tinha um escritório e participava de conferências com cole-
gas de profissão pelo País, quando decidiu investir na carreira de estilista. O primeiro passo foi abrir uma loja multimarcas na avenida Paulista, há oito anos. “Percebi que trabalhar com moda me satisfazia mais. Minha maior realização é andar na rua e ver uma pessoa supertransada, bem vestida, e calçando um sapato meu”, revela ela, que sempre teve um pé no mundo fashion. “Na faculdade, ou mesmo no consultório, todo mundo perguntava sobre as minhas roupas.”

Além da já citada Adriane Galisteu, a lista de famosos fãs
das criações de Sarah é imensa (leia quadro ao lado). “Já
fiz sapatos tamanho 42 para a Marília Gabriela”, acrescen-
ta. Ela diz que a maior venda para uma única pessoa em
sua loja somou a bagatela de R$ 12 mil – só em sapatos. “Tenho clientes que, se somadas todas as compras desde a abertura da loja, poderiam ter adquirido um pequeno apartamento com o dinheiro.”

Apesar de as mulheres serem maioria esmagadora entre sua clientela, Sarah conta que cada vez mais tem recebido homens em suas lojas. “Tenho um cliente que em todas as datas comemorativas dá sapatos para sua companheira”, revela a designer, antes de entregar um fetiche masculino. “Homens gostam bastante de dar sandálias bem abertas, querem a mulher mostrando todo o pé. Aliás, não existe pé bonito ou pé feio. Pé só precisa estar bem tratado, a unha bem feita, para agradar.”
Comente esta matéria