Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

27/10/2003

   
 
Felipe Barra
Paulo Morelli faz questão de trabalhar sem dar chiliques: “Harmoniza melhor a equipe. E os problemas se resolvem, não vale a pena estressar”

 

Cinema
Estréia em dose dupla
O sócio de Fernando Meirelles demorou
20 anos para debutar em película e compete
com dois filmes na Mostra BR de Cinema

Mariane Morisawa

 
Fotos: Divulgação
A comédia urbana Viva Voz foi rodada
em 2002 e custou R$ 2,8 milhões
“Quando fica pronto O Preço da Paz?”, perguntou o diretor Paulo Morelli à finalizadora do longa-metragem. “Na sexta-feira que vem”, anunciou ela. “E Viva Voz?”, indagou o cineasta sobre seu outro filme. “Na sexta que vem”, respondeu ela. E numa coincidência incrível, Paulo assistiu aos dois no mesmo dia, em março deste ano. Não era para ter sido assim, porque o épico O Preço da Paz foi rodado em 1999, e a comédia urbana Viva Voz, em 2002. Mas, por causa das dificuldades que costumam surgir na produção de cinema no País, foi. “Meu terapeuta ganhou muito dinheiro com isso. É angustiante ver que o trabalho está pronto e ficar no compasso de espera do Brasil. Em vez de ficar aguardando, fiz outro filme”, conta Paulo. Ele é o único diretor a ter duas produções competindo na Mostra BR de Cinema de São Paulo. É uma estréia tardia, aos 47 anos e mais de 20 de profissão.

A paixão pelo cinema veio aos 10, quando o pai advogado ganhou como pagamento uma câmera 8mm. “Fazia microficções para lá de infantis, com aquele efeito feiticeira, em que a pessoa desaparece”, diz Paulo. Mas ele acabou entrando na Faculdade de Arquitetura, na Universidade de São Paulo. Foi lá que conheceu Fernando Meirelles, seu amigo e sócio até hoje. Viram logo que gostavam mesmo
de filmar e criaram a produtora Olhar Eletrônico, que fez história na televisão com os programas do repórter Ernesto Varella. Não demorou o convite para fazer publicidade.
“Todo mundo começou a casar, a despesa aumentou muito...”, brinca Paulo, que fundou com Fernando a pro-
dutora O2. “Na verdade, foi um passo a mais no caminho do sonho de fazer cinema”, diz.

Ele começou a virar realidade com a realização de Domésticas, por Fernando Meirelles e Nando Olival, e o convite que Paulo recebeu para rodar O Preço da Paz. “Foi um processo de 20 anos para chegar à estréia de um longa. Isso mostra como é difícil fazer cinema no Brasil”, diz o cineasta. O selo de qualidade veio com o sucesso de Cidade de Deus, dirigido por Fernando Meirelles e produzido pela O2, o que coloca certa pressão. “Quando Viva Voz for lançado, vai ser olhado como o próximo filme da O2. Se bem que ele é muito mais despretensioso”, afirma Paulo, que contou com a colaboração de seu filho, Pedro, hoje com 17 anos, no desenvolvimento da idéia. “Estou feliz porque ele quer fazer cinema”, diz o cineasta, casado com a psicopedagoga Márcia e também pai da adolescente Marina.

Fotos: Divulgação
O épico O Preço da Paz se passa no Sul do Brasil
e foi filmado em 1999 com R$ 5 milhões

Em 23 anos de sociedade, Paulo Morelli garante que nunca houve uma briga com Fernando Meirelles. “É uma parceria muito pacífica”, afirma ele, que costuma passar férias com o amigo. “Nunca tivemos um atrito”, confirma Fernando. O produtor Maurício Appel conta que a tranqüilidade foi uma das qualidades fundamentais para Paulo Morelli ter sido escolhido o diretor de O Preço da Paz. “Não houve nenhum estresse”, diz Maurício. “Isso apesar de ele ser um homem da cidade passando por frio intenso, poeira e fumaça”, completa o produtor. Paulo diz que o trabalho sem chiliques é uma atitude consciente: “Harmoniza melhor a equipe. E os problemas se resolvem, não vale a pena estressar”. Quem já acompanhou sets de filmagem sabe o quanto isso soa estranho, mas Paulo Morelli é um cineasta zen.

Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 221
ENQUETE

O que você faz
para se preparar
para o verão?

QUEM SOU EU?

MULHERES
DO ISLÃ

VOCÊ É UMA CELEBRIDADE?

 BUSCA

ANIVERSÁRIO

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três