Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte    
Diversão & arte - Livros

20/10/2003

   
Divulgação
Gírias Portuguesas
Beta: patricinha

Piroso: brega

Boa como o milho: mulher bonita

Brasa: homem bonito, gostoso

Caramelo: brega convencido

Dar trancadas: transar

Engatatão: malandro, sedutor

Forreta: pão-duro

Fraco da piça: broxa

Fufa: lésbica

Paneleiro: gay

Pato-bravo:
novo rico

Pipi: mauricinho

Sonia Pura: moça classe média,
um pouco brega
e desinibida

Xoninhas:
ar de idiota

Ping-Pong / Margarida Rebelo Pinto
“Sou diferente de Bridget Jones”

Marina Monzillo

 
Divulgação
Margarida Rebelo Pinto: glossário de
gírias portuguesas no final do livro

Ela é a Carrie Bradshaw de Portugal. Assim como a personagem do seriado de televisão Sex and the City, Margarida Rebelo Pinto, 38, é famosa por sua coluna sobre relacionamentos no jornal. Para divulgar Não Há Coincidências (Record, 286 págs., R$ 35), primeiro de seus romances editado por aqui, ela veio ao Brasil. Em entrevista, a autora falou sobre o livro, moderno, inteligente e recheado de gírias portuguesas, que requerem uma visita ao glossário no fim das páginas para serem entendidas.

Vera, a protagonista, tem muito de você?
Como ela, fui publicitária e jornalista. Ela é um pouco o que
eu era há 7, 8 anos: solteira, que sonhava em ter filhos. E também tive um amor impossível.

De onde mais tira as situações?
A história do namorado gay, por exemplo, foi vivida por
uma amiga. No livro há nove narradores, porque gosto de escrever em primeira pessoa e posso colocar a experiência
dos homens também.

Como faz para saber o que passa na cabeça dos homens?
Imaginar isso é a parte mais divertida do trabalho. Sempre fui rebelde e andei com uma turminha de rapazes. Me tratavam como se fosse um deles. E me habituei a escutar suas histórias, aprendi muito sobre o universo masculino.

O que acha de ser comparada com Bridget Jones?
Somos completamente diferentes. Meu livro também é leve
e divertido, mas coloca para pensar. E sou uma mulher latina, falo mais com o coração.

Ajudou a editora brasileira a fazer o glossário de gírias?
Sim. Quando vi a lista enorme de palavras que me enviaram
para dar o significado, tomei um susto. Não fazia idéia de quanto minha narrativa é idiomática.

   
 

 

 

 

 

 

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 220
ENQUETE

Você acha que o
próximo Papa deve
ser um africano?

QUEM SOU EU?

BATOM E PERSONALIDADE

DANIELLE WINITS

 BUSCA

O PARCEIRO IDEAL

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três