Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

15/09/2003

   

Capa
Fé na cura
continuação

 

Dez dias depois, a atleta encarou uma mesa de cirurgia nos moldes tradicionais e reconstruiu o ligamento cruzado anterior do joelho. Passados três meses, contrariando diagnósticos, Ana estava recuperada, saltando, treinando e foi o destaque da seleção
que conquistou a medalha de bronze na Olimpíada. Depois dessa bem-sucedida expe-
riência, ela realizou outras onze cirurgias espíritas. “A ciência já provou que a fé cura.
Não existe milagre, um complementa o outro”, diz Ana.

Doutor em cardiologia pelo Instituto do Coração (Incor), da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Roque Marcos Savioli é autor de um livro que gerou controvérsia no meio médico: Milagres Que a Medicina Não Contou. “Às vezes, só de
dar um abraço no doente, olhar no olho e dizer ‘vai com Deus, Deus te abençoe’, ele
já sai curado”, diz Roque, católico praticante.

O médico, que atende 300 pacientes todo mês, já foi chamado de louco por colegas
por acreditar em milagres, levar a comunhão aos doentes e chamar padres para orar
por eles. “Nos Estados Unidos, das 121 escolas de medicina, 61 têm uma disciplina
chamada orientação espiritual. Lá, 73% dos doentes que vão a consultórios gostariam
de compartilhar suas crenças com os médicos”, afirma. “É uma bobagem quando
falam que medicina e religião estão separadas.”

O cardiologista americano Herbert Benson pontua em seu livro Medicina Espiritual – Poder Essencial da Cura, de 1996, que a pesquisa médica contemporânea mostra que mente humana e corpo estão “cabeados a Deus”. Cardiologista e fundador do Instituto Médico da Mente/Corpo, que está ligado à escola de medicina de Harvard, da qual é professor, ele estuda comportamentos e hábitos que possam evitar moléstias e habilitar doentes.

Padres, pastores, curandeiros e outros líderes religiosos partem do princípio de que
a fé, como fator proporcionador da cura, por si só é uma explicação suficiente. Aí,
surge o enigma: como pode a fé se transformar em agente imunológico que,
biologicamente, vence uma doença?

O caminho da fé no corpo humano começa no córtex cerebral, onde o pensamento de fé é produzido, explica o psicólogo da USP Esdras Vanconcellos. “Pensamentos são impulsos elétricos transmitidos de um neurônio a outro”, diz Esdras. Como exemplo, ele explica como se dá o combate às células cancerígenas: “Os impulsos provocam, quando chegam à hipófise (glândula que regula os hormônios), a produção de linfócitos, agentes imunológicos responsáveis pelo combate às células cancerígenas e a liberação na corrente sangüínea de aproximadamente oito hormônios que estimulam várias partes do corpo”, diz o psicólogo, diretor da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática da regional São Paulo. “Há hormônios que estimulam o funcionamento do coração e outros os músculos.”

Cirurgia espírita pelas olimpíadas
Claudio Gatti
Ex-jogadora de vôlei, Ana Moser fez uma cirurgia espiritual no joelho e, contrariando as previsões, jogou a Olimpíada de Atlanta (1996): “Fiz outras 11 cirurgias espirituais”, conta
"Sou católica de criação, fui batizada, crismada e ainda vou à igreja. A partir de 1995, passei a freqüentar santuários espíritas, li (Alan) Kardec (autor de O Evangelho Segundo o Espiritismo, a bíblia dos espíritas). Sofri uma contusão grave no joelho direito e estava sem condições de jogar a Olimpíada de Atlanta (1996) num nível elevado. Havia um médium, o Waldemar Coelho, conhecido por receber médicos e operar atletas. Tive de ir a Florianópolis, onde ele estava de férias, encontrá-lo. Buscava suporte físico e espiritual. O método dele é sem sangue, com auxílio de um bisturi cego. Há pessoas que têm a missão de curar e trazer alívio, de ajudar. Elas fazem isso enquanto estão na terra e também quando já estão em outro plano. Dez dias depois fiz a cirurgia convencional, reconstruí o ligamento e em três meses estava recuperada. Foi um grande presente que ganhei. Sempre aconselho outras pessoas a fazer essa cirurgia (espiritual)." Ana Moser, 35 anos, ex atleta

1 | 2 | 3 | 4

Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 215
ENQUETE

Você acredita que a fé
e a religião podem
curar até doenças
físicas, como muita
gente relata?

QUEM SOU EU?
TRABALHO DEMAIS?
O estresse pode
estar a caminho e
você ainda nem
se deu conta.
Faça um teste para
saber se você está
trabalhando demais.

VOCÊ CONHECE MÚSICAS?

 BUSCA

ANIVERSÁRIO

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três