Veja também outros sites:
Home •• Revista  
Internet

18/08/2003

   

Cultura Digital
File 2003
Cientistas, web artistas e
DJs encontram-se em festival
on line de novas mídias

Paula Alzugaray

Divulgação
A web art “Sampling”, do artista Gregory
Chatonsky, está no evento File 2003

Com o objetivo de “expressar as principais manifestações eletrônico-digitais” e “desenvolver a experimentação estético-científico-tecnológica”, a quarta versão do Festival Internacional de Linguagem Ele-
trônica (File) acontece a partir de quarta-feira 13 no site interativo www.file.org.br e no Paço das Artes, em São Paulo. Ao lado do veterano festival de arte eletrônica Video Brasil, o File já garantiu seu lugar como referência no calendário dos eventos dedicados às novas mídias.

Exibidos em pages da internet ou em projeções nas salas interativas do Paço das Artes, trabalhos e pesquisas em web film, web art, hipertexto, animação digital, performance e instalação revelam questões contemporâneas, surgidas a partir da evolução digital: temas como a polaridade entre realidade e virtualidade e a coletivização da identidade.

Divulgação
“Nanoreisen”, web art do alemão Sebastian Kremer

Organizado por Ricardo Barreto e Paula Perissinotto, o festival conta neste ano com vários eventos agregados. As palestras gratuitas do “Symposium”, no Centro Brasileiro Britânico, discutem as perspectivas da cultura digital. As instalações sonoras do “Hipersônica” colocam 72 horas de sonoridade digital on line. Haverá também lançamentos de publicações especializadas, como O Livro Depois do Livro, um ensaio sobre os efeitos da digitalização da cultura, de Giselle Beiguelman. O futuro no presente

 

Paço das Artes – av. da Universidade, 1,
Cidade Universitária, São Paulo,
tel. (11) 3814-4832. De 13/8 a 24/8.

Tumultos-relâmpago viram febre

Divulgação

Num e-mail, são informados a data, o horário e as instruções sobre como proceder no encontro. Não se trata
de namoro virtual ou da organização
de um protesto. Nos tumultos-relâm-
pago, ou flashmobs em inglês, jovens
se reúnem para nada.

Na quinta-feira 7, cerca de 300 pessoas se encontraram na frente de uma loja de brinquedos em Nova York. Ficaram olhando embasbacados para um dinossauro gigante, depois, caídos no chão, gritaram e agitaram os braços. E foi isso. Minutos depois, se dispersaram. Foi a sexta vez que isso aconteceu na cidade. Em outras ocasiões, os participantes ciscaram como galinhas
no Central Park e bateram palmas
diante de um hotel. O Mob Project (www.mobproject.com) começou em junho por iniciativa de um homem chamado Bill.

Na Europa, na mesma quinta-feira, 200 pessoas se reuniram na frente de uma
loja de sofás londrina. Em Roma, em
julho, um grupo se encontrou numa livraria para perguntar aos funcionários sobre uma obra inexistente. Pelo jeito,
a febre está chegando ao Brasil. No sábado 9 começaram a circular mensagens convocando o primeiro tumulto-relâmpago do País, na avenida Paulista, em São Paulo.

20 %
das redes de tecnologia de informação
das empresas serão invadidas
por hackers até 2006
Fonte: Gartner

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 211
ENQUETE
Na sua opinião, quem é a pior apresentadora da televisão brasileira?
:: VOTAR ::
QUEM SOU EU?
 
FÓRUM

Você é noveleiro?

 BUSCA

Aniversário

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três