Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

12/05/2003

   
 
Leia mais
Como elas educam seus filhos
Myriam
Rios
Isabel
Fillardis
Lília
Cabral
Assíria
Nascimento
Angelita
Feijó
Sílvia
Poppovic
Maria
Mariana
Cláudia
Raia
Cássia
Kiss

 

Capa
Angelita Feijó
Rédea curta para educar uma filha sozinha

Rodrigo Cardoso

 
Claudio Gati

Ela adoraria casar, não trabalhar e viver em casa preparando comida e cuidando da filha. Mas os percalços da vida fizeram de Angelita Feijó mãe e pai de Maria Antônia, sua única filha, de 12 anos. Natural de Camaquã (RS), a modelo de 33 anos separou-se do fotógrafo Antônio Guerreiro quando a filha tinha 1 ano. Seu segundo marido, o investidor financeiro Jacques Ganon, com quem viveu por oito anos, faleceu em 1999, deixando Maria Antônia orfã de quem era sua referência de pai. “Ela sente falta de um pai presente e inveja as amigas, cujos pais vão buscá-las no colégio e depois saem para jantar”, conta Angelita.

Solteira, a modelo revelou-se uma mulher admirável, guerreira, e uma mãe presente, mesmo tendo de se ausentar de casa duas vezes por semana para trabalhar em eventos espalhados pelo País. “Tenho um acordo com a minha filha. A gente se fala por telefone todo dia, antes de ela ir para a escola, no almoço e na hora de se deitar. Se ela foge da linha, tiro o computador e o celular dela, as suas paixões.”

Maria Antônia vive uma fase de passeios no shopping e idas ao cinema com amigas, permeada pela descoberta da sexualidade. “Mundo moderno é mundo moderno, mas a mulher tem um comportamento e o homem, outro”, diz Angelita, assumindo-se conservadora nessas questões.
“Me choca um pouco imaginar minha filha de 12 anos namorando. Teve um menino que a pediu em namoro e
deixei. Eles ficaram juntos um mês. Nunca irei castrá-
la. Vai acontecer, eu proibindo ou não.”

Maria Antônia, 12 anos

NA TEVÊ
Não controla programação

HORÁRIO PARA DORMIR
Insiste para que seja antes da meia-noite

O QUE PODE COMER
Não a policia mais como antes

O QUE NÃO É PERMITIDO
Ficar no computador após a meia-noite, abusar do telefone celular, ligar para a casa de alguém depois
das 22h, sair sozinha de casa

Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 197
ENQUETE
Aline Moraes e Paula Picarelli interpretam as jovens homossexuais Clara e Rafaela que enfrentam o preconceito em Mulheres Apaixonadas.
O que você acha
do tema ser tratado
na novela das oito?
:: VOTAR ::
 
QUEM SOU EU?
 
FÓRUM
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
TESTE
Você é Beijoqueiro ?
Engana-se quem pensa que beijo não define uma conquista. Descubra se você domina a arte de seduzir com os lábios!
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três