Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte    
Diversão & arte - Exposição

21/04/2003

   
Divulgação

“USA e abUSA” (1966), de Claudio Tozzi: reflexão atual até hoje

Arte Brasileira
Arte e Sociedade –
Uma Relação Polêmica
Itaú Cultural mostra a arte como ferramenta política e comprometida com o social

Paula Alzugaray

 
Divulgação
“Operários” (1933), de Tarsila do Amaral: retrato dos brasileiros urbanos
“USA e abUSA”, obra de Claudio Tozzi, poderia ter sido feita mês passado, quando as tropas americanas invadiram o Iraque. “O Pão Nosso de Cada Dia”, de Anna Bella Geiger, ilustraria bem a campanha Fome Zero. No entanto, datam de 1966 e 1978. A atualidade das obras chama a atenção em Arte e Sociedade – Uma Relação Polêmica, no Itaú Cultural, em São Paulo. A exposição reúne 250 obras que mostram que tipo de reflexão política e social a arte brasileira vem produzindo dos anos 30 até hoje.

Na abertura da exposição, três telas emblemáticas apontam para os grandes grupos temáticos que serão abordados: “Guerra” (1942), de Lasar Segall; “Operários” (1933), de Tarsila do Amaral, que retrata o brasileiro urbano; e “Café” (1935), de Cândido Portinari, que retrata o homem do campo. Na seqüência, descortinam-se as interpretações que 98 artistas brasileiros deram ao regime militar, à recessão, à miséria, a crimes ecológicos, à violência urbana.

Em seu discurso antiamericanista articulado em plena Guerra Fria, Tozzi tem a companhia de Antonio Henrique Amaral, Anna Maria Maiolino e Marcello Nitsche. No núcleo que acabou apelidado de “Fome Zero”, a curadora Aracy Amaral incluiu os contemporâneos Cildo Meirelles e Rochelle Costi, autora da fotografia de um prato de arroz com feijão em proporção monumental. “Tudo isso fica muito atual, especialmente quando vemos uma Declaração Universal dos Direitos Humanos sendo amassada, rasgada, manipulada, até chegar ao vazio”, analisa a curadora, referindo-se à obra de Mario Ishikawa, dos anos 70.

Questão proeminente da atualidade, a violência aparece sob a ótica de Nelson Leirner, Nuno Ramos e Rosana Palasyan, que borda delicadamente em almofadas cenas chocantes de violência doméstica. Utopia e realidade

Itaú Cultural
Av. Paulista, 149, São Paulo, tel. (11) 3268-1776. De 16/4 a 29/6.

   
 

 

 

 

 

 

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 194
ENQUETE
Ronaldinho e a sua mulher Milene vivem “uma grave crise conjugal”, segundo o próprio assessor de imprensa do jogador. Você acredita que a separação do casal
é inevitável?
:: VOTAR ::
 
QUEM SOU EU?
 
FÓRUM
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
TESTE
Inteligência Sexual
Quanto mais uma pessoa entende de sexo, mais satisfação na cama ela tem
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três